Em negocios / startups

Quer ter sucesso com sua startup? “Esqueça um dos principais conselhos da mamãe”

"Se você quiser montar uma empresa de tecnologia precisa conversar com desconhecidos", afirma Israel Salmen, CEO e fundador do Méliuz

Israel Salmen
(Inusitado Fotografia)

BELO HORIZONTE * – Você quer ter sucesso com sua startup, mas não sabe como conseguir investidores em um ambiente tão concorrido? Um dos primeiros passos é manter muitos contatos e ficar próximo do maior número de pessoas possível.

“Esqueça aquela frase da mamãe de não conversar com estranhos. Se você quiser montar uma empresa de tecnologia precisa conversar com desconhecidos. É importante falar com todo mundo, com o máximo de pessoas que conseguir”, disse Israel Salmen, CEO e fundador do Méliuz, durante palestra no Fire Festival, evento organizado pela Hotmart em Belo Horizonte (MG) entre os dias 27 e 29 de setembro.

Salmen citou o exemplo do próprio Méliuz, que há seis anos estava passando por um momento complicado. A empresa atua com cachback e cupons de desconto – por meio do programa o usuário pode receber parte do dinheiro gasto e compras de volta em sua conta bancária. No entanto, naquele ano, as vendas estavam bem abaixo do que eles esperavam.

“Quando começamos o Méliuz não fazíamos a menor ideia do que era uma startup. Em 2012, estávamos sentados em um bar, no auge do nosso desespero. O dinheiro estava acabando e não sabíamos os conceitos principais de uma startup. Foi quando o pessoal da Smarttbot disse que estava participando de um programa de aceleração de startups no Chile. Resolvemos nos candidatar e conseguimos uma vaga para o programa. Então eu e o Ofli [Ofli Campos Guimarães, outro fundador do Méliuz e atual CFO) nos mudamos para Santiago”, contou Salmen.

Os dois ficaram na capital chilena durante seis meses, trabalhando dentro de um coworking com outras 150 startups do mundo todo. “Havia cerca de 300 a 400 empreendedores conosco”, lembrou.

Começou a ganhar dinheiro com sua startup? Invista nos melhores produtos pela XP Investimentos clicando aqui

O empreendedor afirmou que quando desembarcou em Santiago não sabia nada sobre produtos ou sobre retenção de usuários, por exemplo. “Tanto que fechamos aquele ano com R$ 700 mil em vendas para nossas lojas parceiras. Mas para o modelo de negócios em que somos comissionados por cada venda, R$ 700 mil não paga a conta”.

Depois de conversar com muitos "estranhos" naquele programa de aceleração, o negócio finalmente deslanchou. “Fechamos 2013 com R$ 30 milhões em vendas”, comemorou.

Quer investir nos melhores fundos do país? Abra gratuitamente sua conta na XP Investimentos clicando aqui

* O jornalista viajou a convite da Hotmart

 

Contato