Em negocios / startups

Bernardinho lança site de educação de cursos profissionalizantes

Atualmente, a plataforma oferece 20 cursos on-line nas áreas de Administração e Negócios, Saúde e Beleza, Tecnologia, Gastronomia e Turismo

eduK
(divulgação)

SÃO PAULO - Depois de abrir uma rede de restaurantes, academias e dar palestras motivacionais, o técnico da seleção de vôlei, Bernardo Rezende (Bernardinho), lançou uma plataforma on-line de cursos profissionalizantes. A startup de educação, denominada de eduK, tem como sócios também Eduardo Lima e Robson Catalan.

A proposta da empresa é oferecer capacitação por meio da internet visando minimizar o apagão de mão de obra do Brasil. Segundo Lima, o País tem aproximadamente 8 milhões de vagas não preenchidas por falta de profissionais capacitados. Para ele, o modelo de educação do País é escasso, caro e não alcança todas as pessoas, ao contrário do ensino on-line.

Como funciona
Atualmente, a plataforma oferece 20 cursos on-line nas áreas de Administração e Negócios, Saúde e Beleza, Tecnologia, Gastronomia e Turismo. O valor dos cursos varia de R$ 150 a R$ 600. Os interessados podem assistir algumas aulas antes de efetuar o pagamento.

As aulas são ministras por profissionais experientes na área. Neste primeiro momento, a empresa convidou alguns profissionais para fazerem parte do “time de experts”, mas a statup está aberta aos interessados em ensinar. Os escolhidos recebem entre 15% e 20% do valor do curso por aluno. A eduK é a responsável pela formatação da video-aula e pela área pedagógica do conteúdo.

A plataforma permite que os alunos assistam as aulas sem estar necessariamente conectados à internet, já que os cursos podem ser baixados por dispositivos móveis (celular ou tablet).

Copa e Olimpíada
Entre os cursos que devem ter maior demanda estão os da área de Turismo, devido aos eventos esportivos que o País receberá a partir do próximo mês. “O Brasil tem um gargalo nesse setor e com certeza cursos destinados a diminuir isso serão consumidos rapidamente”, disse Bernardinho.

O técnico destacou ainda os cursos da área de beleza, devido ao número de pequenos empreendedores que investem no setor, como exemplo ele citou o número de pequenos salões que existem no Morro do Alemão, local em que ele desenvolve um projeto social na área do esporte. “Hoje, todo mundo quer empreender. Se capacitando as chances são maiores.”

 

Contato