Petrobras capta 1,85 bilhão de euros com emissão de bônus globais

Papéis terão vencimento em 2018 e 2022, e recursos serão utilizados para financiar Plano de Negócios da estatal

Por  Renato Rostás

SÃO PAULO – A Petrobras (PETR3, PETR4) informou a precificação da emissão de seus títulos no mercado internacional, feita através da subsidiária Petrobras International Finance Company. Os papéis têm vencimento em seis e dez anos, e a operação deve ser concluída até 9 de dezembro.

Os bônus que terminam em 7 de março de 2018 foram vendidos a um cupom de 4,875%, com um rendimento previsto de 5,066% ao investidor. O volume total captado pela estatal foi de € 1,25 bilhão, e os juros devem ser pagos a cada 7 de março, a partir de 2012.

Já aqueles com vencimento em 2022 levantaram um total de € 600 milhões, a um cupom de 5,875%. A aplicação vai representar uma rentabilidade de 5,977%, e o esquema será o mesmo dos outros títulos, de distribuição dos juros a cada 7 de março, começando no ano que vem.

Objetivo da emissão
De acordo com o comunicado, essa captação teve como objetivo financiar o Plano de Negócios 2011-2015 da Petrobras, mas mantendo o grau de alavancagem em dívida que a empresa tem como meta, bem como sua estrutura de capital.

As operações foram coordenadas por sete instituições: Bradesco, Santander, BB Securities, Crédit Agricole, Deutsche Bank, London Branch e HSBC Securities.

Compartilhe