Recurso

Pet Manguinhos pede esclarecimentos ao governo do RJ sobre desapropriação

Segundo a companhia, o governador do Estado, Sergio Cabral, tem até o dia 17 de dezembro para prestar esclarecimentos

SÃO PAULO – A Refinaria de Petróleo Manguinhos (RPMG3, RPMG4) informou nesta quarta-feira (12) que seus advogados pediram esclarecimentos no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro sobre o ato do governador do Estado, Sergio Cabral, que declarou a desapropriação da área onde a empresa está instalada. 

De acordo com nota enviada à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), as informações de esclarecimento foram enviadas no dia 22 de novembro ao relator do caso. O governador terá até o dia 17 de dezembro para prestar os esclarecimentos.

A decisão do governo do Rio de Janeiro em desapropriar a área da refinaria acontece por causa de uma dívida de R$ 611 milhões, referente ao não pagamento do (ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Diante disso, as ações da companhia acumulam forte queda no ano. As ações RPMG3 e RPMG4 de 80% e 70,65%, respectivamente, no período, enquanto o Ibovespa, principal índice da BM&FBovespa, sobe 4,80% no ano.