Em negocios / noticias-corporativas

Gestão de cobranças para negócios: como facilitar a rotina financeira

A inadimplência é um dos principais obstáculos enfrentados por empresas que oferecem formas e métodos diferenciados de pagamento, como parcelamentos e mensalidades

A inadimplência assombra empreendedores que possuem negócios de todos os tamanhos, sejam eles pequenos, médios ou grandes. Na gestão de cobranças desses empresários, um dos maiores desafios é justamente o descumprimento com as contas a pagar, como revela um estudo realizado pela Gerencianet, empresa que intermedia pagamentos, com os seus clientes em 2019. Nessa pesquisa, 64,32% dos entrevistados afirmaram que o maior desafio na gestão de pagamentos é a inadimplência dos clientes. Já segundo o Serasa Experian, a inadimplência do consumidor brasileiro atingiu 61,6 milhões de pessoas no ano de 2018. Esse valor é o segundo maior da série realizada pela empresa desde 2016. Nesse contexto, é preciso realizar algumas etapas essenciais para ter uma boa gestão de cobranças. 

A importância do planejamento

O primeiro passo para consolidar as abordagens de um negócio é definir um planejamento concreto. Nem todo negócio possui um departamento financeiro para administrar somente as demandas de cobranças e recebimentos. Mesmo que algumas etapas do processo sejam realizadas de maneira intuitiva, ter um planejamento é crucial na hora de definir quais estratégias serão adotadas. 

Portanto, não existe um único caminho para realizar essas ações. Fatores como o tipo de negócio, número de funcionários, modelo de gestão e outras variáveis são específicos na dinâmica de cada empresa e precisam ser avaliados. Nesse sentido, várias práticas estão interligadas, como o funcionamento do negócio, do mercado e quais métodos de pagamentos são disponibilizados, como parcelamentos e mensalidades. Dessa maneira, fatores internos e externos à empresa impactam no andamento, dinâmica e gestão das cobranças. 

Mesmo sem planejamento prévio, todos os empreendimentos precisam realizar a gestão de cobrança. Assim, é possível começar a receber somente em dinheiro, em um sistema de caderneta, por exemplo. Mas, essa forma de recebimento pode complicar o processo de compra, caso haja aumento na demanda. Além disso, a incidência de erros pode ser elevada, uma vez que é preciso que o responsável tenha atenção especial para a organização e acompanhamento das cobranças. 

Por isso, mesmo quando o modelo de cobrança está consolidado, por vezes é preciso repensar as estratégias. Dessa maneira, melhorar os processos de gestão de cobranças de um negócio, como forma de planejar, estruturar, organizar e executar ações que otimizem a administração do estabelecimento é fundamental. Portanto, a seguir são listadas as etapas necessárias para ajudar empreendedores no momento de decisão sobre qual modelo de gestão de cobranças adotar. 

 

  • Implementar as ações do planejamento   

 

Depois de refletir sobre todas as etapas do processo de pagamento ou simplesmente repensá-lo, é preciso colocar em prática tudo que foi estudado. Esse é o momento em que se podem realizar pequenos ajustes ou simplesmente recomeçar do zero, utilizando como base as análises que são realizadas durante a execução do projeto. 

Pode ser difícil no início, mas um empreendedor precisa considerar que nem sempre o que está bom para o negócio atende às necessidades do cliente. Dessa maneira, são os consumidores e a dinâmica de cobrança que determinam qual forma de pagamento mais se adequa ao produto ou serviço. Além disso, o planejamento é um processo constante, que deve ser feito em curtos períodos de tempo, não somente uma vez ao ano.

  • Disponibilidade de opções de pagamento variadas  

Disponibilizar somente uma opção de pagamento nem sempre é uma boa ideia. O consumidor pode não dispor de dinheiro em espécie, por exemplo, o que pode impedir a efetivação da compra. Portanto, oferecer mais de uma alternativa, como o cartão de crédito, boleto bancário, carnê ou até mesmo um link de pagamento pode garantir a melhoria e facilidade na experiência de compra. Isso também pode contribuir tanto para a fidelização do cliente quanto para a diminuição da inadimplência. Em plataformas de pagamento, o acompanhamento dos títulos pagos e os que ainda não foram efetivados pode ser realizado, de maneira que torna o processo de gestão financeira mais simplificada.

  • Intermediador de pagamento  

Para centralizar as cobranças e diminuir os custos de sua implementação, uma boa saída é utilizar um sistema de pagamento. Geralmente, esse tipo de ferramenta de gestão é fornecido por empresas especializadas em gerir cobranças, como a Gerencianet. Com o sistema, é possível emitir cobranças por meio de boletos, carnês, cartão de crédito, assinaturas e ter acesso a uma plataforma personalizada para administrá-las. 

Assim, automatizar as cobranças e diminuir a inadimplência pode se tornar mais fácil, uma vez que o sistema envia e-mails ou arquivos para downloads de modo a evitar atrasos e esquecimentos. Essa abordagem ajuda a tornar a cobrança mais impessoal para evitar desgastes no relacionamento com o cliente. Além disso, ainda são disponibilizados relatórios personalizados com o status das cobranças e transferência bancária para clientes da plataforma movimentarem o saldo presente na conta.

  • O que fazer quando o cliente se endivida?

Mesmo dispondo de todos os mecanismos e possuindo um planejamento consistente para facilitar a gestão de cobranças, podem acontecer imprevistos. Portanto, se um cliente adquire dívidas, o emissor responsável precisa adotar uma postura de negociador do débito ao cobrá-lo. 

Algumas práticas são consideradas abusivas e não podem ocorrer na hora de abordar um consumidor inadimplente. Dentre elas, não é permitido coagir o credor a quitar a dívida, expor a dívida para terceiros, entrar em contato de maneira abusiva e fora dos horários permitidos. O não cumprimento dessas práticas pode implicar ao responsável penas previstas em lei, descritas no artigo 71 do Código de Defesa do Consumidor. Além disso, a infração prevê multa e detenção de 3 meses a 1 ano.

 

Website: https://gerencianet.com.br

 

Tudo sobre: 

Contato