Em negocios / noticias-corporativas

Comédia cinematográfica chega ao universo digital: personagem Bananinha completa 20 anos e chega no formato on-line

Promessa de Beto Carreiro, Marcelo Beny, o artista conhecido por seu trabalho como Bananinha da trupe Comando Maluco, antenado aos novos canais e mídias de comunicação, e em comemoração aos 20 anos do icônico personagem o qual já foi líder de audiência em canal de TV aberta, inicia nova fase em canal do YouTube.

Um profissional humorista que zela por levar um humor icônico por onde passar, Marcelo Beny, conhecido por fazer grande sucesso com o personagem Bananinha, além de ator e empresário do ramo circense, decidiu levar seu estilo para a atmosfera digital. O canal do artista, que já conta com milhares de visualizações, vem com novidades que prometem surpreender e alegrar.

Trabalho de diversos artistas hoje tem migrado para as plataformas digitais. Segundo informações do próprio YouTube, a plataforma cresceu exponencialmente nos últimos anos. Se em 2014 os usuários passavam uma média de 8,1 horas por semana grudados à plataforma, hoje eles dedicam 19 horas semanais para o site: um aumento de 135%. Em comparação, a TV cresceu apenas 13% no mesmo período, partindo de 21,9 horas para 24,8 horas por semana em 2018.

Para quem ainda não conhece o trabalho de Beny, ele possui um estilo característico e pontual, repleto de cenas tropelias e pitorescas, a exemplo dos clássicos Charles Chaplin e Os três patetas, motivo que tem conquistado um público fiel que busca diversão humorística que foge completamente do padrão hoje apresentado por grande parte dos profissionais de humor.

Marcelo Beny é responsável hoje por seguir projetos que Beto Carreiro idealizou em vida: levar alegria e conteúdo para diversão familiar.

"Beto Carreiro é sem sombra de dúvidas a pessoa que acreditou na minha arte e na minha forma de fazer humor. Ele foi responsável por quebrar o paradigma de que a maneira de atuar no circo não funcionava para a TV. Eu e o elenco do Comando Maluco fomos apresentados por Beto à equipe da Record em 2001 e ao Silvio Santos, em 2004, a quem também tenho muita gratidão. Ter trabalhado com grandes nomes como Carlos Alberto, de Nóbrega, Moacyr Franco e Dedé Santana me traz imenso orgulho e agrega ao meu trabalho de forma enriquecedora e imensurável. Não à toa, eu tenho hoje uma admiração e um agradecimento eterno a todos que acreditaram no meu jeito inusitado de fazer rir", diz Marcelo Beny.

A terceira fase do canal de Marcelo, também empresário do segmento circense, é a concretização de um projeto sólido e bem pensado, os episódios ainda contam com a participação especial de convidados ilustres todas as semanas.

Adorador e defensor convicto do estilo de humor pastelão, bem característico no Brasil na década de 80, o ex-trapezista se orgulha de ser um dos poucos que aposta nesse tipo de trabalho. "Hoje, eu acredito ser o único humorista atuante que produz conteúdo para todas as idades. Faço rir crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. Tenho um grande sonho que não é só meu; e mais que isso, tenho como propósito de vida seguir a ideologia em forma de riso de um dos meus grandes mestres: Beto Carreiro. O comando maluco e o personagem Bananinha vão seguir com sucesso enquanto eu tiver energia e piada à moda pastelão para fazer", comenta orgulhoso.

A verdadeira união entre a inovação e o tradicional.

 

Tudo sobre: 

Contato