Em negocios / noticias-corporativas

Novas estratégias para administração de condomínio

Empresa de administração de condomínios da cidade de São Paulo inova o mercado com uma ferramenta para diminuição de custos condominiais e aprimoramento da performance operacional dos condomínios. Redução de gastos chega a 20% e a solução promete criar um novo padrão de excelência na gestão dos condomínios da cidade.

Segundo índices da AABIC, Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo, foi observada elevação de 2,64% das despesas com Pessoal no primeiro trimestre de 2019. Outro dado preocupante: o consumo de água apresentou alta de 4,76%. Ao mesmo tempo, as despesas com manutenção descresceram 11,51% no mesmo período.

Números como esses pedem uma reflexão sobre como a gestão de operações do dia a dia do condomínio estão sendo conduzidas e, pensando nisso, uma conhecida administradora de condomínios da cidade de São Paulo acaba de lançar um estímulo ao aperfeiçoamento da administração condominial, o Manual Operacional. Um serviço desenvolvido com o objetivo de otimizar a operação dos condomínios e, segundo síndicos que utilizam, tem transformado o mercado e a forma como se pensa a gestão de condomínios.

O Manual Operacional da Graiche é um documento importante para o síndico. Trata-se de um material didático essencial para a orientação de funcionários no uso e manutenção de equipamentos, utilização de produtos e técnicas para garantir o melhor desempenho da equipe com um checklist completo para acompanhamento diário, semanal e mensal.

Ter uma ferramenta de gestão com o todos os itens e tarefas do condomínio é, de acordo com os idealizadores do material, como ter um planejamento operacional sob medida. Ainda segundo a Graiche, o manual pode contribuir para reduzir custos, evitar desperdícios, aumentar a segurança e melhorar os processos das empresas.

Em depoimento, o síndico profissional Orlando José diz que, depois que passou a utilizar o Manual Operacional, teve mais tranquilidade para se dedicar às finanças do condomínio: “Muitos condomínios hoje já não tem a figura do zelador. Tem um manutencista ou um auxiliar de serviços gerais. Contenção de Despesas. O condomínio passa a ser melhor assistido pela equipe operacional”.

 Os números parecem comprovar essa transformação, e de forma positiva. Segundo dados da administradora, um condomínio com 200 a 250 unidades, por exemplo, chega a ter 12% de redução com custo de manutenção e 20% de economia com gastos de pessoal.

Novas estratégias como essa deixam a administração de condomínios mais profissional, uma boa notícia para condôminos e síndicos que buscam mais qualidade de vida, desempenho e valorização do seu patrimônio.

Para conhecer mais sobre o Manual Operacional, acesse o site: https://bit.ly/316486j

Website: https://www.graiche.com.br/lp/fechou-ganhou/

 

Tudo sobre: 

Contato