Em negocios / noticias-corporativas

Marcas que investem em marketing na Copa América 2019

Patrocinadoras da Conmebol já executam ações relacionadas ao torneio que acontece no Brasil

A Copa América 2019 está prestes a começar. O torneio, que acontece no Brasil depois de 30 anos, começa cheio de expectativa em cima da performance da seleção brasileira. Após o fracasso na Copa da Rússia, em que a equipe brasileira foi eliminada pela Bélgica nas quartas-de-final, a pressão sobre o técnico Tite ficou enorme. Existe uma obrigação implícita de título para o time do Brasil, mesmo com a ausência de seu principal craque, o atacante Neymar, e com fortes concorrentes, como a seleção da Colômbia, o Uruguai que tem um ataque fortíssimo e a eterna rival Argentina. Os Hermanos vêm para o torneio com força máxima, incluindo o melhor do mundo Messi, enquanto os uruguaios Cavani (do PSG) e Suarez (do Barcelona) formam um ataque dos sonhos de muitos times e seleções do mundo.

Quem também vem com força total para a Copa América 2019 são as marcas que investem no futebol. O torneio organizado pela Conmebol movimenta milhões, e as formas são diversas. Além das caríssimas cotas de patrocínio, as casas de apostas investem pesado em estratégias de marketing digital, e nesse quesito o Brasil já é campeão. Tanto no país como em todo o mundo, há quem movimente quantias importantes apostando em Copa América em sites de apostas esportivas, como o Rivalo.

A agência catarinense de marketing emarket considerada uma das melhores do Brasil em SEO, tem soluções de marketing digital eu vem atraindo muitos sites de apostas, tendo atendido nos últimos anos 8 sites internacionais do segmento. É importante lembrar que, recentemente, o governo brasileiro autorizou que sites de apostas patrocinem equipes esportivas no país. É um claro sinal de que o futebol enquanto negócio está cada vez mais forte.

Grandes marcas na Copa América

Organizadora e detentora das propriedades de marketing de todos os torneios de futebol na América do Sul, a Conmebol fechou negócios importantes para a Copa América 2019. As patrocinadoras oficiais do torneio são a cervejaria Brahma, a companhia aérea GOL, a operadora de cartões Mastercard e a fabricante chinesa de eletrônicos TCL.

Cada uma dessas marcas têm executado ações relacionadas ao torneio e assumido o protagonismo na mídia brasileira neste período. A Brahma foi a primeira marca a fechar negócio, e está no ar com uma campanha importante, que conclama o empoderamento feminino por meio da imagem da craque brasileira Marta. Em um vídeo comovente, a marca aponta a atleta como a “número um do futebol”. A campanha ainda prevê pílulas com depoimentos de pessoas próximas à Marta, relatando os desafios enfrentados e superados pela brasileira.

A TCL foi a segunda grande empresa a fazer negócio com a Conmebol para a Copa América. Pelo acordo, a empresa de artigos eletrônicos terá a exposição de sua marca em placas de campo durante os jogos, nos uniformes dos árbitros e nos equipamentos do VAR (árbitro de vídeo). A TCL também fará ações promocionais e terá oferta cobranded de produtos, comerciais para TV e souvenirs relativos ao torneio. Em janeiro, a TCL, que já patrocina o craque Neymar, já havia anunciado um contrato de três anos com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A GOL, além de ser a transportadora aérea oficial do torneio, levando as equipes para os jogos em todo o país, terá à sua disposição propriedades de marketing como placas no campo e em materiais oficiais da Conmebol. Além disso, a empresa tem realizado promoções temáticas, todas relacionadas a fatos futebolísticos da seleção brasileira. Recentemente a GOL disponibilizou 100 trechos a R$100, em homenagem aos 100 anos da primeira vitória da seleção brasileira de futebol.

Além disso, a GOL promoveu uma ação conjunta com a quarta patrocinadora do torneio, a Mastercard - o transporte da taça do torneio, que acontece de junho a julho no Brasil, do Rio de Janeiro para São Paulo. Os passageiros que passaram pelos aeroportos do Galeão, no Rio, e em Congonhas, em São Paulo, tiveram a oportunidade de tirar fotos com a taça. Depois disso, a taça seguiu para exposição no Shopping Cidade Jardim, também em São Paulo, numa ação exclusiva da Mastercard.

Polêmica com Neymar afeta campanha

A Mastercard havia escolhido a principal estrela da seleção brasileira, o atacante Neymar, para ser o rosto da sua principal campanha de marketing na Copa América. Porém, após uma polêmica envolvendo o atleta e uma modelo, a marca decidiu retirar do ar a campanha e só retomá-la quando as investigações do caso tiverem um desfecho.

Vale lembrar que este não é o primeiro episódio entre a marca e o jogador que gera assunto na imprensa, de alguma maneira. Às vésperas da Copa do Mundo de 2018, o técnico Tite criticou abertamente o patrocinador pela criação de uma campanha que prometia doar 10 mil refeições para entidades carentes a cada gol de Neymar e Messi durante a competição. O treinador não gostou da individualização dos méritos por gol, já que para que ele aconteça, é necessário haver todo um trabalho em equipe. Além disso, o técnico temia uma pressão desproporcional sobre os atletas, já que o insucesso deles estaria associado à fome de milhares de pessoas. 

Website: http://emarket.ppg.br/

 

Tudo sobre: 

Contato