Em negocios / noticias-corporativas

Turnover Zero o plano mais cobiçado pelas grandes empresas

Líderes utilizam a psicoterapia corporativa como forma de complementar o acompanhamento no progresso de sua organização.

É preciso ter cuidado com o fluxo constante de contratações e desligamentos, que impactam diretamente os lucros e a produtividade.

Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria Towers Watson, 65% das pessoas entrevistadas sentem-se “desconectadas” da empresa. Alegam que não recebem suporte suficiente para a realização de suas tarefas e relatam distúrbios emocionais e problemas de saúde. Nos Estados Unidos, o custo com funcionários que possuem problemas de Stress, depressão, drogas e ou outros transtornos mentais, é alto está entre US$ 79 a US$ 105 bilhões de dólares por ano, conforme dados do Centro de Prevenção e Saúde americano. 

No Brasil, 5,8% da população que sofre com depressão, afeta um total de 11,5 milhões de brasileiros. O Brasil, também é recordista em ansiedade, 9,3% da população foi diagnosticada com o problema, segundo pesquisa realizada pela OMS Organização Mundial de Saúde. Redução da produtividade, absenteísmo e aumento dos custos de saúde, são apenas algumas das formas pelas quais as doenças mentais custam muito dinheiro aos empregadores.

Por que os líderes de grandes organizações se importam?

Neiva Gonçalves, é diretora executiva da Success People, formada em Psicologia, com Pós-Graduação em Recursos Humanos e Gestão de Pessoas, com ênfase em Liderança organizacional pela BSP Laureate Universities.  revela o porquê de a Success People ser muito procurada por líderes de empresas que temem o alto turnover: ”Os números da depressão por si só, assim como o prejuízo de empresas com absenteísmo e desmotivação no trabalho, são responsáveis por bilhões de dólares por ano em trabalho perdido, prejuízo para ambos. A Psicoterapia corporativa é uma ferramenta que tem resultados expressivos, e cases de sucesso. Pessoas inteligentes a utilizam”.

Bons exemplos acontecem em grandes empresas como a Fiat, uma fabricante de carros que acredita no endomarketing e na psicoterapia corporativa, trata seus funcionários como seus primeiros clientes: eles são os primeiros a fazerem testes-drive. O grupo Fiat desenvolveu até uma plataforma virtual para comunicação interna, com estatísticas, promoções e contato direto com o Presidente da empresa. Outro exemplo vem da empresa de plano de saúde Golden Cross, fundada em 1971 logo que o grupo Golden notou a necessidade de um engajamento maior de seus colaboradores, investiu em um programa de recompensas para seus corretores, para aumento das vendas e resultados. Perceberam que uma vez que o colaborador se sente mais motivado e satisfeito com o lugar que trabalha, diminui o tempo de procrastinação.

Líderes de grandes organizações entendem que as empresas contratam por competência e demitem por comportamento. Muitos de nós cresceram sob a impressão de que coisas internas não deviam ser discutidas—deveriam ser varridas para debaixo do tapete— Esta é talvez a pior coisa que você pode fazer por si mesmo. Diminuir suas emoções e não trabalhar com seus problemas psicológicos, pode culminar em uma série de problemas. Na Success People criamos projetos de Psicoterapia in Company, respeitando todos os critérios de privacidade e confidencialidade, cuidando da saúde mental dos funcionários, detectando e entregando um plano de desenvolvimento para combater os principais fatores de desgaste existente nas empresas.” Comenta Aline Mello Head of Strategic Alliances na Success.People.

Quer conhecer como a Success People pode ajudá-lo nesta empreitada? Venha nos visitar: www.successpeople.com.br

Website: http://www.successpeople.com.br

 

Tudo sobre: 

Contato