Em negocios / noticias-corporativas

Enfermeira obstétrica brasileira ganha prêmio internacional

Heloísa Lessa será embaixadora dos Direitos Humanos no Parto.

Heloisa Lessa, enfermeira obstétrica e uma das principais percussoras do parto humanizado no Brasil, ganhou o Prêmio Campeão na categoria de Parteira (“MidWife”), da Human Rights in Childbirth – organização não governamental com atuação internacional para difundir os instrumentos de direitos humanos para proteger todo o espectro de direitos reprodutivos disponíveis para as mulheres grávidas.

Essa é a primeira vez que um brasileiro é escolhido. A comenda é dada por um conselho voluntário de especialistas e defensores dos direitos de maternidade de todo o mundo. O prêmio foi criado para celebrar os profissionais que são apaixonados pelo seu trabalho e envolvidos com causas que sofrem ameaças, como é o caso do parto domiciliar no Brasil.  

Segundo a enfermeira obstétrica, a realização de parto domiciliar é uma prática institucionalizada, há muitos anos, em países desenvolvidos. “Aqui no Brasil, mesmo sendo um direito constitucional, o CREMERJ, vem, desde 2012, tentando impedir o parto domiciliar”. 

“Não raro, os direitos humanos das mulheres são violados no parto, comprometendo a saúde de mães e de bebês. As taxas de cesarianas desnecessárias no Brasil são alarmantes. Tentar impedir que mulheres saudáveis escolham como, onde e com quem terem seus bebês, e que médicos prestem assistência nesses casos, é uma forma de violar direitos de pacientes e de profissionais”, argumenta Heloisa Lessa que, desde 1992, realiza atendimento pré-natal e parto de baixo risco em domicílio, e é fundadora do Instituto Michel Odent.

O Prêmio da Human Rights in Childbirth envolve governos e ONGs do mundo todo que trabalham juntos para garantir que todas as mulheres e bebês sobrevivam ao parto. A escolha dos premiados é feita por meio da indicação da comunidade do profissional. Os ganhadores serão embaixadores dos Direitos Humanos no Parto, pelo período de um ano. Além disso, participarão de reuniões e conferências em nome da organização e serão apoiados pela diretoria do conselho voluntário.

“Em muitos lugares do mundo, a raça ou a etnia desempenham um papel importante nos cuidados que as mulheres e as famílias recebem. Frequentemente, os povos pobres, da classe trabalhadora, das minorias ou marginalizados, não recebem cuidados ou, se recebem, são insuficientes tornando a mortalidade materna e infantil maior nesses grupos. O Human Rights in Childbirth reconhece essas disparidades e trabalha para criar mudanças especialmente nas comunidades marginalizadas”, conta.

Sobre Heloísa Lessa

Doutora pela Escola de Enfermagem Anna Neri (UFRJ), é Coordenadora de equipe multidiscliplinar, denominada Parto Ecológico , que assiste às mulheres durante a gravidez, parto e pós-parto. É consultora da Magazine Midwifery Today no Brasil. Realiza palestras no Brasil e no mundo sobre os temas: desmedicalização da assistência ao parto, parto em casa, humanização do parto e nascimento.

Sobre o Instituto Michel Odent

O Instituto Michel Odent é uma organização sem fins lucrativos, de natureza cultural e apartidária, responsável por organizar, traduzir, publicar e manter obras completas de Michel Odent, além de promover palestras, seminários, cursos, qualificações, intercâmbios, eventos, pesquisas, filmes, exposições e outras iniciativas socioculturais e formativa.

 

Website: https://institutomichelodentorgbr.wordpress.com/

 

Tudo sobre: 

Contato