Em negocios / noticias-corporativas

Indústria automotiva tem maior alta em vendas para março desde 2015

Foram 209,2 mil unidades comercializadas, incluindo carros, caminhões e ônibus. Isso fez com que o mês tivesse uma alta de 0,87%, em relação a março de 2018, e de 5,3%, ao comparar com fevereiro de 2019.

O mês de março foi positivo para as vendas de veículos. De acordo com dados preliminares, foram 209,2 mil unidades comercializadas, incluindo carros, caminhões e ônibus. Isso fez com que o mês tivesse uma alta de 0,87%, em relação a março de 2018, e de 5,3%, ao comparar com fevereiro de 2019.

Além desse crescimento, também é importante ressaltar que os resultados foram os melhores para o mês de março desde o ano de 2015, de acordo com dados preliminares do setor automobilístico.

Como vem sendo o desempenho da venda de veículos no Brasil?

A venda de veículos no Brasil tem apresentado números positivos. O acumulado do primeiro trimestre mostrou que 607,6 mil veículos foram comercializados, neste que também foi o melhor desempenho dos últimos quatro anos para o período.

Ao comparar com os três primeiros meses de 2018, percebeu-se uma alta de 11,4%, a qual coincidiu com o que os fabricantes de automóveis previram para todo o ano de 2019.

De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a expectativa é de que sejam vendidos 2,86 milhões de veículos em 2019 (média mensal de 238,33 mil), número maior quando comparado às vendas de 2018, que foram de 2,566 milhões (média mensal de 213,83 mil).

Ao considerar apenas as vendas de automóveis e comerciais leves, estes totalizaram 200 mil unidades, volume quase igual ao visto no mesmo mês do ano passado, mas 5% maior que o de fevereiro de 2019. No trimestre, o número foi de 581,4 mil unidades, número 9% maior que o do mesmo período de 2018.

Em relação aos caminhões e ônibus, a recuperação se mantém em um bom nível, fazendo com que eles tenham alcançado 9,1 mil unidades em março de 2019 e 26,1 mil no primeiro trimestre do ano. Aqui, o aumento foi de 51% em relação ao primeiro trimestre de 2018.

Nas vendas de automóveis e comerciais leves dos três primeiros meses do ano, a norte-americana General Motors ocupa a liderança, com 106,4 mil unidades vendidas no período, número 16% maior que no ano passado. O segundo lugar é da Volkswagen, com 82,3 mil unidades, 6,2% a mais que no primeiro trimestre de 2018.

A chinesa Chery, que teve 50% da fábrica de Jacareí (SP) adquirida pelo grupo Caoa no final de 2017, nem aparecia entre as 21 marcas que mais vendem automóveis no País no primeiro trimestre de 2018, de acordo com dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos (Fenabrave), situação que mudou. Na ocasião, tinham sido vendidos 1.060 veículos, número que aumentou para 3.724 no primeiro trimestre de 2019. O aumento de 351,3% fez com que ela ocupasse a 15ª posição no ranking atual.

Outras duas montadoras que obtiveram um aumento significativo em relação ao número de vendas no 1º trimestre foram a Renault, com 29,3% (51,2 mil unidades vendidas) e a Fiat, com 23% (78,8 mil veículos).

A Ford, por sua vez, foi a única das cinco primeiras colocadas no ranking de vendas a apresentar queda nas vendas. A redução foi de 1,4%, tendo sido comercializadas 48 mil unidades. Recentemente, a montadora informou que fechará a fábrica do ABC paulista, responsável pela produção de caminhões e também do Fiesta.

Se você está interessado em adquirir um novo carro em Americana ou em outras cidades do interior de São Paulo, bem como em demais cidades de todo o Brasil, a Comprecar é a pedida ideal, com um grande catálogo de veículos. Assim, você poderá encontrar exatamente aquele modelo que cabe no seu bolso e terá suas expectativas superadas.

Website: https://www.comprecar.com.br/

 

Tudo sobre: 

Contato