Em negocios / noticias-corporativas

Três tecnologias que fazem a diferença na odontologia

Até as clínicas odontológicas se renderam às necessidades impostas pela era digital

A tecnologia avança a passos largos e ninguém pode ficar para trás. Tanto é que a proporção de estabelecimentos de saúde no Brasil com sistema digital de armazenamento de informações de pacientes já é maior que 81%. Os dados são do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação. Neste contexto, estão inseridas as clínicas odontológicas.

Com investimentos em ferramentas modernas, garantem um serviço de qualidade aos pacientes e, também, um bom posicionamento frente à concorrência. A maioria das clínicas investe em softwares de armazenamento de informações como cadastro e agendamento (57%) e prontuários (20%).

O reflexo disso é que, a cada dia, as pessoas ficam mais acostumadas a realizar tudo que for possível pelo celular, tablet ou computador. Tanto é que, dentistas que não utilizam marcação de consulta on-line, por exemplo, já causam estranheza a novos pacientes. Isso que o número de clínicas que oferecem essa possibilidade é de apenas 22%.

Portanto, um profissional que está tentando se inserir no mercado odontológico, deve estar antenado no que há de mais moderno. Veja, abaixo, três tecnologias que, atualmente, são indispensáveis para qualquer consultório ou clínica odontológica:

 

1 – Prontuários digitais

Uma das melhores coisas que o avanço da odontologia trouxe é a possibilidade de diminuir os espaços ocupados. Com a utilização de prontuários digitais, por exemplo, não há necessidade de grandes ficheiros ou uma sala exclusiva para guardar esse tipo de documento.

A rede de clínicas odontológicas Dental Arte, por exemplo, desenvolveu um sistema próprio que integra diversas funções. Entre elas, o prontuário digital, onde ficam armazenadas as informações sobre cada procedimento realizado pelo paciente, em sistemas de computação em nuvem.

Conforme uma das diretoras da rede, Alessandra Batista, o prontuário é uma maneira de oferecer segurança ao dentista e ao paciente. “Isso faz com que não aconteça perda de folhas de prontuário e, ainda, agilize o atendimento”, comenta.

 

2 – Atendimento ao paciente e marcação de consulta à distância

A maioria das pessoas não tem vontade de sair de casa para agendar uma avaliação odontológica. No entanto, quando eles encontram uma clínica que possibilita a marcação on-line, tudo se torna mais fácil. Alessandra conta que desde que houve a possibilidade de utilização do WhatsApp, por volta de 2015, a Dental Arte implementou a ferramenta.

“Com essa ferramenta, notamos um aumento de 35% no número de avaliações agendadas, o que configura um retorno muito positivo. Além disso, temos uma Central de Relacionamento sempre pronta a orientar os nossos pacientes e tirar qualquer dúvida que surja ao longo do tratamento”, explica.

Nesse contexto, a empresária reforça a necessidade de ter um sistema próprio que integre prontuários, agendas e outras ferramentas indispensáveis para a organização de um consultório odontológico. É uma forma de ter mais lucro, com investimento baixo e satisfazer o paciente.

 

3 – Software de gestão

Foi em 2016 que a Dental Arte desenvolveu um software de gestão próprio. A ferramenta integra inúmeras funcionalidades, concentrando em um só espaço todas as informações necessárias para atender bem aos pacientes, seja no consultório ou on-line.

Em todo Brasil, menos de 60% dos profissionais de odontologia já migraram para o ambiente digital. Segundo Alessandra, na Dental Arte a iniciativa surgiu a partir do entendimento de que não era mais eficaz, seguro e prático manter uma agenda de papel. “Da maneira antiga, era mais difícil recuperar aquele paciente que perdeu a consulta, dar agilidade ao setor comercial na hora de fazer o acerto, entre outras coisas”, esclarece.

Dentre as ferramentas do sistema, há o envio de SMS lembrando da próxima consulta, relatório de ouvidoria, agenda e outras já mencionadas. “Acho que nos tornamos uma empresa de verdade depois que o nosso sistema foi desenvolvido e poder oferecer isso aos nossos franqueados é uma grande vantagem no mercado”, finaliza.

 

Redes sociais

A internet trouxe com ela as redes sociais. Conforme o relatório do Centro Regional de Estudos e Desenvolvimento da Sociedade da Informação, 42% dos profissionais de saúde têm websites sobre o seu negócio. Já nas redes sociais, somente 37% do total de estabelecimentos de saúde têm presença lá.

Esses espaços são importantes para captação e fidelização dos pacientes. Isso porque elas trazem maior proximidade entre o profissional e os pacientes, facilitam a comunicação.

Website: https://www.dentalartepoa.com.br/seja-um-franqueado/

 

Tudo sobre: 

Contato