Em negocios / noticias-corporativas

Vazamento de dados empresariais: por que ele é tão perigoso

Prejuízos financeiros, perda de confiança e processos estão entre os riscos

As empresas brasileiras, principalmente as pequenas, estão muito vulneráveis aos ataques hackers, podendo sofrer não só com o roubo de informações mas, principalmente, com o roubo de dados corporativos. Um estudo elaborado pela IBM mostrou que, apenas em 2017, as empresas nacionais perderam R$ 4,7 milhões com vazamento de dados. O levantamento indicou também que essas informações foram coletadas, em sua maioria, via ataques maliciosos (44%).

No entanto, um estudo conduzido pelo Instituto IPSOS trouxe um dado preocupante: apesar do impacto financeiro que esses eventos trazem para as empresas, sobretudo as menores, o Brasil é um dos países que menos se preocupa com segurança digital.

A média do país fica em 74%, muito abaixo de outras nações. Para que se tenha uma ideia, os Estados Unidos, o país mais preocupado com invasões digitais, tem um índice de 88% sobre a crença de que podem ser invadidos.
Sócio da Strong Security Brasil, empresas especialista em cibersegurança, Dario Caraponale mostra como os brasileiros precisam mudar essa visão e como o vazamento de dados pode ser perigoso para uma corporação:
Prejuízos financeiros

A primeira consequência de uma empresa que tem dados confidenciais vazados sofre são os prejuízos financeiros. Dependendo da área de atuação desta companhia, esse volume poderá ser tão grande que chegará até mesmo a inviabilizar a manutenção do negócio.

"Recentemente, tivemos uma amostra do quão prejudicial financeiramente pode ser o vazamento de dados de uma empresa com o incidente envolvendo o Facebook. Em dois dias, a perda superou os R$ 77 milhões. Que empresa teria capital suficiente para aguentar esse prejuízo e continuar funcionando? Apenas uma gigante. Para uma companhia menor, essa perda levaria à falência certa", alerta o executivo.

Além disso, graças à LGPD (Lei geral de proteção de dados), poderão ser cobradas outras multas, assim como geração de prejuízo de imagem.
Impacto na credibilidade

Quando uma empresa sofre um ataque e tem os dados de seus funcionários ou clientes expostos, não é apenas dinheiro que ela perde. Sua credibilidade é afetada. Isso pode ser verificado se usarmos como exemplo o incidente envolvendo a Apple, há alguns anos. Embora o vazamento de fotos tenha atingido apenas usuários famosos da iCloud, muitas pessoas ficaram inseguras, temendo também ser impactadas com o incidente.

"Imagine uma empresa do tamanho da Apple, conhecida por desenvolver celulares seguros e revolucionários, de repente se envolver em um evento onde informações pessoais foram vazadas? Embora esse fato não tenha destruído sua credibilidade, acabou trazendo algumas marcas. Certamente, muitos usuários não veem mais o sistema em nuvem da empresa com a mesma segurança e confiança que viam antes do ataque", explica.

O sócio da Strong Security Brasil compara, ainda, o que aconteceu com a Apple com um incidente, da mesma magnitude, em uma companhia menor. Segundo ele, caso a empresa lidasse com dados sensíveis e, como informações bancárias, e elas tivessem sido divulgadas, a quebra de credibilidade seria ainda maior.

"Muitas pessoas podem deixar de fazer negócios com essa empresa, por acreditar que eles não são confiáveis e não conseguem proteger dados que são pagos para guardar. Em uma companhia menor, essa seria uma perda gravíssima".

Sofrer processos judiciais

Esse, talvez, seja um dos efeitos mais críticos que as empresas podem ter de enfrentar caso sofram com ataques que levem ao vazamento de dados. "Quando um cliente tem seus dados expostos porque a empresa em que confiava não os guardou, ele pode entrar com um processo pedindo uma indenização. Esses valores podem ser muito altos e desequilibrar as finanças das corporações", explica Caraponale.

Além das perdas financeiras, o executivo pontua também que o processo judicial pode impactar em outras esferas, como o prejuízo à marca e a queda de credibilidade. "Se o cliente sabe que aquela empresa, com quem está pensando em negociar, foi processada por vazamento de dados, certamente irá pensar duas vezes antes de fechar o contrato".

Expor informações sigilosas

Por fim, o sócio da Strong Security Brasil destaca um perigo nos vazamentos de dados que muitos empresários não se dão conta: a exposição de informações sigilosas. "Quando um conjunto de dados sigilosos e até mesmo segredos industriais são expostos, a própria sobrevivência dessa empresa fica em risco, já que a concorrência pode conhecer esses processos, aperfeiçoá-los e ganhar clientes. Por isso, é preciso ficar sempre atento à segurança da rede, mantendo dados cruciais sempre protegidos", finaliza.

Saiba mais sobre a Strong Security Brasil

Especializada em soluções voltada para setores de Tecnologia e Segurança da Informação, a Strong Security Brasil oferece soluções, produtos, serviços, consultorias e treinamentos, para reduzir e eliminar riscos operacionais em segurança da informação. Mais informações: www.strongsecurity.com.br.


Website: http://www.strongsecurity.com.br.

 

Tudo sobre: 

Contato