Em negocios / noticias-corporativas

O que esperar do mercado de criptomoedas em 2019

O valor do Bitcoin parece ter chegado ao seu nível mais baixo, com baixa volatilidade das principais criptomoedas e projetando boas perspectivas deste mercado que atualmente movimenta mais de US$ 120 bilhões. O momento é importante para aqueles que querem se preparar para as melhores oportunidades e por isso destacamos aqui as 3 principais regras trazidas do mercado financeiro tradicional para acertar no mercado de criptomoedas em 2019.

O ano começou com otimismo no Brasil: a posse de um novo governo, empresas anunciando investimentos no país, grandes perspectivas de geração de empregos e renda, e com isso a promessa de um ciclo de grandes oportunidades. O mercado de criptomoedas também começou o ano com várias novidades. O Banco Itaú, conhecido no mercado como o banco que sempre está à frente com relação a inovação e tecnologia, havia adquirido parte da corretora XP Investimentos e ao final de 2018 anunciou a criação de uma plataforma própria de compra e venda de criptomoedas – a XDEX – entrando definitivamente para o mercado de comércio e prestação de serviços com criptomoedas na tecnologia do blockchain. Além disso, o Banco Itaú já utiliza o blockchain em algumas operações do banco como os Contratos com Derivativos de Balcão e recentemente realizou a primeira transação de empréstimo sindicalizado usando a tecnologia blockchain.

Da mesma forma, as maiores instituições financeiras do país já vêm testando e realizando operações dentro do blockchain. A ideia é se preparar para esse mercado que vem ganhando cada vez mais espaço entre os brasileiros, enquanto aguardam mais detalhes sobre a regulamentação por parte das autoridades financeiras do país.

Passado o primeiro mês do ano, observa-se que o valor do Bitcoin parece ter chegado ao seu nível mais baixo e estabilização, com baixa volatilidade das principais criptomoedas e projetando boas perspectivas deste mercado que atualmente movimenta mais de US$ 120 bilhões. O momento é importante para aqueles que querem se preparar para as melhores oportunidades e por isso destacamos aqui as três principais regras trazidas do mercado financeiro tradicional para acertar no mercado de criptomoedas em 2019.

1 Conhecimento

O livro “Os Axiomas de Zurique” escrito por Max Gunther aborda as principais estratégias dos banqueiros suíços para investimentos, e ressalta que “Só se pode confiar num palpite que possa ser explicado”. A diferença entre o início do ano de 2018 e o momento atual no mercado de criptomoedas é que no ano anterior a grande maioria da população comprava criptomoedas simplesmente pelo fato de estar na mídia, onde todos as recomendavam sem levar em consideração qualquer análise técnica ou outra base de conhecimento que justificasse a sua compra. Diante disto, muitos não conseguiram sustentar suas posições no momento de correção, absorvendo prejuízos. Sim, em todo mercado há correções e não seria diferente no mercado de criptomoedas! Por isso, para 2019 a regra principal é o conhecimento sobre o mercado em que você pretende atuar, bem como sobre as criptomoedas que quer comprar.

2 Foco, disciplina e gerenciamento de riscos

Todas as bolsas de valores, assim como o mercado de criptomoedas, operam em ciclos de alta e baixa, às vezes em uma tendência de baixa, outras vezes em uma tendência de alta, ou até mesmo alternando entre elas em diferentes períodos. Todos os dias se você abrir o gráfico de qualquer criptomoeda verá as variações acontecendo, às vezes em pequenos percentuais e outras em grandes movimentações. Cabe ao investidor manter-se fiel à sua estratégia, confiar em suas análises e no desempenho esperado de suas criptomoedas. A melhor forma de controlar as emoções e permanecer vivo neste mercado é definir um limite aceitável de perda, o que o mercado financeiro chama de gerenciamento de risco. Todo e qualquer gerenciamento de risco permite que você aceite até onde vai o seu prejuízo, com o objetivo de preservar o restante do capital. Se você montou uma carteira com cinco criptomoedas, das quais uma delas está dando prejuízo por exemplo, mesmo que as outras estejam com bons lucros, é importante que você saiba a hora de sair da posição desta criptomoeda para não perder tudo.

3 Investidor inteligente busca o sucesso e não age sozinho

Iniciante ou já experiente: não importa qual é o seu perfil de investidor, o que você procura é ter sucesso neste mercado. Uma boa definição de sucesso retirada do livro de Earl Nightingale é “Sucesso é a realização progressiva de um ideal de valor”. Para se ter sucesso no mercado de criptomoedas, é preciso aprender sobre esse ecossistema, testar e se desenvolver, principalmente nestes momentos de ciclos de baixa, onde há grandes oportunidades de compras mais baratas. Como diria Warren Buffet “compre barato dos pessimistas, venda caro aos otimistas”. Para quem quer colher bons frutos, é preciso aproveitar este cenário, fazendo análises de forma objetiva para realizar posições e ter em 2019 um ciclo consistente de alta nos investimentos.

Estas são apenas algumas das principais regras que ajudarão os investidores de criptomoedas a crescer muito em 2019! A plataforma Realtrade Club é um exemplo de fintech com produtos e serviços voltados ao mercado das criptomoedas que nasceu desta necessidade de orientar de forma transparente e adequada seus usuários. A empresa iniciou recentemente seu processo de ICO, fase de arrecadação para o projeto através de sua própria criptomoeda RTCOIN, e promete entregar todos os seus produtos e serviços ainda neste ano. Saiba mais.

Website: https://realtradeclub.com/

 

Tudo sobre: 

Contato