Em negocios / noticias-corporativas

Evento internacional retorna ao Brasil mostrando as oportunidades de como empreender, faturar e morar nos Estados Unidos

Evento ensina empreendedores a como internacionalizar ou começar do zero seu negócio nos EUA

O Brasil ainda não conseguiu se reerguer economicamente. A grave e derradeira queda na qual a economia brasileira vem atravessando, junto à instabilidade econômica, jurídica e a grave crise na segurança pública tem levado milhares de brasileiros a se mudarem para um outro País.

Segundo dados atualizados do Itamaraty em 2016, dos 3.083 milhões de brasileiros que vivem no exterior, cerca de 45% moram hoje nos Estados Unidos, isso representa 1.410 milhões de brasileiros do total que estão fora do PaÍs.

E essa escolha não é por acaso, a economia americana vai de vento em polpa. Maior potência econômica mundial, os Estados Unidos continua a crescer em ritmo acelerado.

No primeiro mandato do presidente Donald Trump, o País já apresentou um forte crescimento de 4,1% em 2018.

Os que deixam o País, estão em busca de qualidade de vida, segurança para sua família, e melhores oportunidades para empreender, investir e morar.

Diante desse contexto, chega ao Brasil o Workshop Faturando nos EUA que irá mostrar as oportunidades que a terra do Tio Sam oferece e como iniciar uma jornada empreendedora bem sucedida. “Esse evento foi pensado para aquelas pessoas que ainda tem muitas dúvidas e não sabem por onde começar seu projeto nos EUA. e querem iniciar de forma segura e estruturada, evitando perdas.” explica Ronan Pinho, um dos palestrante do evento, e CEO da iSONEW empresa com sede no Brasil e EUA.

Um dos fatores mais importantes que culminam no insucesso bem como na inércia de muitos empreendedores em não iniciar sua jornada empreendedora na América, está relacionada com a crença de limitação geográfica e um montante absurdamente alto para iniciar.

Muitos acreditam que para começarem a fazer negócios precisam necessariamente estarem presentes naquele País e serem milionários, o que é um grande mito, segundo explica Juan Caballero. palestrante internacional confirmado, e CEO da Red Consulting USA, empresa americana com filiais em diversos países: “No evento, muitas pessoas ficam impressionadas em descobrir que para começar seus negócios nos EUA não se necessita nem ao menos sair do Brasil. Para se ter uma idéia, hoje é possível abrir uma empresa, conta bancária e vários outros serviços a partir do seu País de origem. Uma outra grande dúvida está relacionada ao montante necessário. Tenho clientes que começaram suas empresas e faturam alto sem nunca ter pisado aqui.”

Apesar de viver legalmente nos Estados Unidos e obter o Green Card ser o sonho de muitos brasileiros, grande parte não consegue esse feito, como mostram os dados do departamento de Imigração e Alfândega dos EUA (U.S Immigration and Customs Enforcement - ICE), que aponta que o número de brasileiros deportados cresceu de 1.095, em 2016, para 1.413, no ano passado, um aumento de 29%.

“Neste Workshop vamos mostrar um dos principais erros que a maioria das pessoas comete, que é querer primeiro morar aqui antes de estruturar, estabelecer, e consolidar um negócio lucrativo para gerar renda em dólares e assim preparar o terreno para futuramente obter o Green Card” aponta Juan Caballero,

As ações do governo de Donald Trump deixam claro que imigrantes ilegais não são bem vindos, diferentemente dos empreendedores ou quem deseja abrir ou internacionalizar seu negócio em solo americano.

A reforma tributária de Trump que cortou em até 30% o imposto de renda para empresas como também para pessoas físicas, criou um movimento de repatriação de bilhões de dólares e injetou um forte ritmo de crescimento econômico americano, essas ações favoreceram e atraíram empresas brasileiras ao Estados Unidos.

Um outro fator que chama a atenção dos que desejam empreender nos Estados Unidos está na facilidade de fazer negócios e os incentivos que aquele País oferece, tema que também será abordado neste Workshop. Segundo os dados do Doing Business - órgão que mede a facilidade do ambiente de negócios de todos os Países do mundo - coloca os Estados Unidos na oitava posição, enquanto que o Brasil ocupa a posição 125. Isso ilustra na prática, menos burocracia e mais acesso ao crédito, o que é fundamental para a abertura e consolidação de todo e qualquer negócio.

Este cenário tem levado um crescimento acelerado no ritmo

 

“Convido a todos a participarem deste evento, pois num momento muito propício, na verdade de ouro, para quem deseja internacionalizar, investir ou abrir um negócio e passar a faturar em dólares nos EUA.”, finaliza Juan Caballero.

 

Sobre o evento:

Workshop Faturando nos EUA

Como dar os primeiros passos e estruturar seu negócio nos EUA de forma segura e viável, desde a idéia até o faturamento.

Mais informações: https://www.faturandonoseua.com.br/

 

Da redação

Website: https://www.faturandonoseua.com.br/

 

Tudo sobre: 

Contato