Em negocios / noticias-corporativas

Mercado digital: os impactos na economia a partir de 2019

A entrada de um novo governo sempre traz esperança e, ao mesmo tempo, muitas incertezas a respeito dos caminhos da economia. Mas, quem trabalha no mercado digital sabe que essa engrenagem vai girar ainda mais forte neste próximo ano

Em toda transição de governo, pairam sobre os brasileiros inúmeras dúvidas quanto aos rumos que a nação seguirá. É fato que sempre há esperança e a expectativa de tempos melhores, principalmente, após o País viver a sua pior resseção. Segundo o IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística -, o primeiro trimestre de 2018 registrou 13,7 milhões de desempregados - um dos maiores índices da história do País. Em agosto passado, houve uma sutil melhora neste quadro, com 12,7 milhões de pessoas sem carteira assinada. Mas segundo o órgão de pesquisa, essa queda da taxa de desemprego foi puxada por vagas informais, ou seja, pelo trabalho por conta própria ou doméstico.

Outra pesquisa realizada pelo IBGE foi o fechamento de 341,6 mil empresas ao longo de três anos - 2013 a 2016 -, sendo o comércio o segmento mais afetado, com 262,3 mil. Por outro lado, algumas áreas registraram aumento no número de empresas, a exemplo do ramo de educação: foram 42,3 mil empresas a mais no mesmo período - uma alta de 32,6%. E, exatamente no setor de educação e informação que o mercado digital mais abriu oportunidades de trabalho.

Oportunidades e crescimento

O mercado digital é a área mais promissora para muitos brasileiros, pois tem espaço para todos. É um setor extremamente dinâmico e criativo. As regras de hoje, não serão as mesmas de amanhã; e ter uma estratégia digital é primordial para qualquer modelo de negócio, marca ou projeto.

Segundo a pesquisa Digital Adspend 2018, da IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau), a publicidade digital no Brasil movimentou R$ 14,8 bilhões em 2017 e cresceu 25,4% em relação ao ano anterior. E por aqui, os investimentos em mídias digitais devem crescer 12% ao ano até 2021. Os números mostram que o segmento digital já representa um terço do total investido em publicidade no País e revelam a chegada de um dinheiro totalmente novo.

Com este mercado latente, o empreendedorismo nunca esteve tão em alta. Inúmeros brasileiros criaram oportunidades e saíram da crise por meio de negócios digitais altamente rentáveis e sólidos, engrossando a roda deste círculo virtuoso.

Compartilhar conhecimento tornou-se um negócio extremamente rentável. "Estamos na Era da informação. Nunca o conhecimento foi tão desejado e requisitado. Podemos pesquisar sobre qualquer assunto na internet e escolher entre as respostas encontradas. A informação está à disposição das pessoas em plena abundância", comentou o CEO & Founder da TurboMKT, Edson Moreira, que pontuou. "No passado, as grandes fortunas tinham uma origem em comum: a indústria. Hoje, presenciamos o surgimento de novos milionários no mercado digital, que utilizam do seu conhecimento para ajudar outros indivíduos. E eles são muito bem pagos para isso. E o período que eles mais cresceram? Na crise".

Segundo Moreira, uma pessoa que consume informação, sempre está em busca de outro produto; quanto melhor for o produto de informação adquirido, mais ávida por um novo produto essa pessoa ficará. Desta forma, é certo que o mercado digital continuará em franco crescimento em 2019. "Os empreendedores que enxergaram e entraram para esse negócio, estão abrindo postos de empregos e movimentando a economia. As tendências para este mercado no próximo ano já foram divulgadas, e dentro de um setor tão dinâmico, é preciso estar atentos às transformações e ter sempre criatividade. Inovação e será a palavra de ordem", encerrou Edson.

Website: https://www.turbomkt.com.br/

 

Tudo sobre: 

Contato