Em negocios / noticias-corporativas

Melhora na economia nacional deve fazer mercado de ações crescer em 2019

A expectativa é que o Produto Interno Bruto cresça 2,23% no ano que vem. Melhora da economia deve impulsionar o mercado financeiro.

O ano de 2018 foi marcado pelas eleições presidenciais. Historicamente, anos assim tendem a fazer com que diversos setores da sociedade estagnem em meio às definições sobre a corrida eleitoral. Todavia, após encerrado o período, a expectativa é que em 2019 a economia brasileira tenha números melhores.

Segundo o Boletim Focus do dia 03 de dezembro, a expectativa para o crescimento do PIB brasileiro em 2019 é de 2,23%, enquanto para este ano é de 1,32%. A recuperação da economia nacional começa a surtir efeitos no mercado financeiro. Tanto que analistas do mercado já indicam quais serão os melhores investimentos para 2019.

A previsão é de que a taxa Selic deve encerrar o ano em 7,75%, segundo o Focus. Por isto, especialistas do mercado apontam que melhores investimentos seriam relacionados a renda variável, pelo fato que investimentos de renda fixa seguem dando retornos baixos. Entres os tipos, destaque para ações de dividendos, que com a provável melhora na economia trarão retorno maior sobre capital investido.

A melhora no ICOM – índice que mede a confiança no comércio – em novembro, atingindo seu maior nível em cinco anos (dados da FGV) faz com que especialistas indiquem, também, as ações small caps como um bom negócio para o próximo ano. Isso porque a melhora econômica do País surte efeito mais rápido em empresas que possuem este tipo de título.

Outro índice apontado pela FGV que registrou, em novembro, sua melhor marca em quatro anos foi o ICST, levantamento que mede o setor de construção. Esse otimismo sobre o setor faz com que fundos imobiliários apareçam na lista de bons investimentos segundo agentes do mercado.

Entender o que são ações Ordinárias, Preferenciais e Unitis, é, segundo analistas da bolsa de valores, outro “passo” importante que o investidor tem que levar em consideração para o próximo ano, principalmente em relação as Preferenciais (PN), pois o pagamento de dividendos com a melhora econômica do País tende a ser maior.

Além disso, o entendimento sobre o significado do giro do ativo (GA) de um negócio é outro fator que investidores devem levar em consideração. O GA é a comparação de quanto a empresa vende (gira) em relação ao total de ativos.

Por fim, os analistas do mercado têm consenso de que guardar dinheiro na poupança em 2019 não é um bom negócio. Isso porque é previsto que o rendimento deste tipo de investimento chegue a 5,6% ao ano, enquanto a meta da inflação para o ano que vem é de 4,5%, ou seja, o ganho real do investimento na poupança seria de 1,1%.

Website: https://www.sunoresearch.com.br/

 

Contato