Em negocios / noticias-corporativas

Empresas optam por firmar parceria com clínica médica a preço acessível

Mais de 140 empresas já firmaram parceria e os pacotes incluem consultas e exames

Mais de 140 empresas firmaram parceria com clínica a preço acessível, neste ano. Crise econômica, encolhimento na folha de pagamento e, consequentemente, corte aos benefícios dos funcionários fez com que empresas adotassem um novo modelo para oferecer aos seus colaboradores um auxílio ao tratamento de saúde. Somente no 1º semestre, mais de 3 mil vidas foram atendidas pela clínica Megamed.

Milhares de brasileiros estão insatisfeitos com o atendimento público. E as clínicas a preços acessíveis atendem esta demanda.

Hoje, já são mais de 3 milhões de brasileiros atendidos por estas clínicas particulares. Uma rede de clínicas particulares atende mais de 8 mil pessoas por ano, em duas clínicas, com mais de 15 especialidades e 23 médicos. Uma média de 700 atendimentos por mês.

O cenário de competição acirrada fez com que esses modelos de estabelecimentos recorressem a estratégias que incluíssem convênios com torcidas organizadas de futebol, patrocínio a times de várzea e outros tipos de parcerias. Com condições especiais para torcedores da Gaviões da Fiel, a organizada do Corinthians, a clínica tem duas unidades na zona leste de São Paulo e pretende inaugurar franquias no interior paulista e em outros estados. 

Em substituição aos famosos planos de saúde, que praticam mensalidades cada vez mais altas, algumas clínicas populares conseguem oferecer opções enxutas e que estão satisfazendo a necessidade e o caixa do RH das empresas. De acordo com a Ruy Marco Antônio Filho, CEO da Clínica Megamed, “as empresas absorvem de forma positiva esse novo modelo, pois com isso não precisam cortar os benefícios dos funcionários e conseguem oferecer um serviço de qualidade, porém com baixo custo” revela a profissional. 

Os formatos das clínicas a preço acessível incluem pacotes especiais  e que podem ser aderidos de acordo com a necessidade dos pacientes, como por exemplo: pré-natal, check-up feminino ou masculino, até tratamento estético. “Não é interessante para empresa cortar os benefícios ou deixar seu funcionário sem atendimento adequado ou esperando na fila do SUS” ressalta Ruy, observando essa demanda após ampla pesquisa de mercado.

Divulgação: Rojas Comunicação

Website: http://www.clinicamegamed.com.br

 

Contato