Em negocios / noticias-corporativas

Como comprar um imóvel investindo menos e sem pagar juros?

Segundo levantamento realizado pela ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio) foi registrado um recorde histórico de vendas mensais de consórcios no país no mês de setembro, com 241,5 mil novas cotas comercializadas, maior índice desde dezembro de 2015, quando foram vendidas 250 mil cotas. Dos meses de janeiro a setembro de 2018 o total de adesões ultrapassou o valor de 1,8 milhão, 7,6% a mais que em 2017.

Segundo levantamento realizado pela ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio) foi registrado um recorde histórico de vendas mensais de consórcios no país no mês de setembro, com 241,5 mil novas cotas comercializadas, maior índice desde dezembro de 2015, quando foram vendidas 250 mil cotas.

Dos meses de janeiro a setembro de 2018 o total de adesões ultrapassou o valor de 1,8 milhão, 7,6% a mais que as 1,749 milhão computadas no mesmo período em 2017. Os negócios concretizados chegaram a R$ 76,44 bilhões, 3,9% a mais do que no ano passado, superando todas as expectativas. O mercado está aquecido e tem favorecido muito a negociação de cotas de consórcio.

Além disso, também foram registrados recordes mensais em todas as categorias de consórcio: bens móveis (veículos leves e pesados), bens imóveis, serviços, eletroeletrônicos e outros bens duráveis.

Para quem tem planos de comprar um imóvel e não sabe ainda qual a melhor forma de adquiri-lo investindo menos, as duas opções mais conhecidas existentes no mercado são o consórcio de imóveis e o financiamento bancário.

O primeiro passo é definir qual é o tempo máximo necessário para ter a posse do imóvel e o valor cobrado para investir à vista ou fazer um parcelamento. Num comparativo entre o consórcio de imóvel e o financiamento bancário, existem algumas considerações importantes que devem ser levadas em conta na hora de adquirir um imóvel residencial ou comercial com investimento menor.

Para quem não possui o hábito regular de fazer uma poupança, o consórcio é uma forma compulsória de poupar, e esse é o fator principal e mais relevante. Desse modo, o consórcio funciona como um tipo de poupança para quem quer conquistar um objetivo. Sua base é o planejamento financeiro estruturado e bem executado.

Atualmente, economia e planejamento são tarefas cada vez mais presentes no dia a dia das pessoas e a flexibilidade que o sistema de consórcio possui se tornou grande aliada na hora de comprar um imóvel. Dessa forma, o consórcio passou efetivamente a fazer parte do orçamento quando se fala em compras programadas e investimentos, por suas vantagens em relação ao financiamento bancário: não é necessário pagar uma entrada, não tem juros, sem parcelas intermediárias, taxas muito menores, menos burocracia na hora de fechar a compra de um imóvel, além de poder utilizar o FGTS para complementar o valor da carta de crédito se for necessário.

Além disso, existem várias opções de créditos e parcelas que se encaixam em qualquer orçamento. O reajuste das parcelas é feito pelo INCC, o que faz com que o valor da carta de crédito mantenha o seu poder de compra durante todo o plano do consórcio.

Sempre é possível comprar um imóvel através de um consórcio contratando um plano que se alinhe às possibilidades financeiras, necessidades e objetivos do interessado. Investir em um imóvel é um grande passo e não precisa ser um peso considerável nas contas do mês.

Outra questão importante é poder oferecer lances para alcançar a contemplação da cota de consórcio e ter direito à carta de crédito mais rapidamente. Também existe a possibilidade de adquirir uma carta de crédito já contemplada e com ela em mãos, aumentar muito o poder de compra à vista obtendo descontos bastante significativos. Ou seja, com uma cota já contemplada o consorciado recebe o crédito no ato, compra o bem à vista com poder de negociação fechando o melhor negócio.

O consorciado tem a liberdade de poder escolher entre adquirir o bem imediatamente ou aguardar o término do grupo, pagando as mensalidades do consórcio até encontrar o bem que deseja comprar. Caso deseje, ainda pode vender a cota contemplada e utilizar o dinheiro para gerar capital de giro e investir novamente em outro consórcio, já que receberá o valor total da carta de crédito.

No financiamento bancário, o banco empresta o dinheiro para o financiado comprar o imóvel cobrando juros mensais muito altos, considerados muitas vezes abusivos, até a quitação da dívida. A questão é que essa taxa pode alcançar até 200% do valor do bem comprado, o que significa, a longo prazo, pagar praticamente dois bens pelo valor de um.

Invista apenas o valor necessário e justo

É bastante importante ter cuidado na hora de definir o valor a ser investido para comprar um imóvel. É preciso levar em conta a própria rentabilidade financeira, já que investir em consórcio de imóvel é o objetivo principal para iniciar ou aumentar o patrimônio e não para gerar dificuldades financeiras.

Optar por uma carta de crédito já contemplada com prestações que não comprometam o orçamento mensal tem sido o melhor caminho. É simples e rápido comprar um imóvel através de uma carta de crédito contemplada, desde que se tenha em mente qual imóvel comprar, como e quanto se pode pagar por ele.

Comparação de custos entre consórcio de imóvel e financiamento

Para comprovar todos os custos acarretados para comprar um imóvel pelo sistema de financiamento e ter certeza da expressiva economia que será feita através da compra de um consórcio de imóvel basta ir a um banco que ofereça os serviços CH ou SFI e fazer uma simulação de financiamento e anotar informações como: todas as exigências para a compra do imóvel, limite máximo financiável, taxas e tarifas cobradas, valor das mensalidades, como é feito o seu cálculo e prazo máximo de financiamento. Somando todos os custos e multiplicando as mensalidades pelo prazo de pagamento, encontra-se o gasto total que deve ser somado às taxas únicas.

O mesmo processo pode ser feito procurando uma administradora de consórcio conceituada no mercado e autorizada pelo Banco Central. É possível ir diretamente a sede da empresa ou fazer simulações no site, tirar todas as dúvidas anotando sempre as taxas e valores cobrados, condições, prazo e parcela mensal, além do valor da carta de crédito.

Ao analisar e comparar o investimento financeiro, documentação necessária, garantias e exigências que devem ser cumpridas tanto pelo financiamento bancário quanto pelo consórcio de imóvel, fica evidente a maior economia e vantagens do consórcio em relação ao financiamento.

O consórcio de imóvel é uma maneira fácil e descomplicada de comprar uma residência, casa de veraneio, sede comercial, apartamento ou terreno investindo menos através de uma poupança planejada sem sentir impacto no orçamento, já que o consorciado tem total ciência do quanto investirá mensalmente.

O investimento também não sofre perdas tendo em vista que o dinheiro não sofre desvalorização, pois o valor da carta de crédito acompanha o reajuste do bem. Dessa forma, o poder de compra das cotas ainda não contempladas é mantido.

Adquirir um consórcio de imóvel tem sido a opção para quem deseja economizar e realizar um investimento programado para comprar um imóvel. Fonte: ConsorcioCred

A ConsorcioCred é referência no mercado e oferece consórcio e/ou carta de crédito contemplada para compra de imóveis e outros bens.

Website: https://www.consorciocred.com/

 

Contato