Em negocios / noticias-corporativas

O que são os ODS, as metas globais que podem mudar o mundo até 2030?

Assumidos em 2015, os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável focam na redução da pobreza, na garantia de direitos humanos e na preservação do ecossistema global

Em setembro de 2015, todos os 193 Estados-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) assumiram um compromisso global que pode transformar o mundo em um período de 15 anos. Os chefes de Estado adotaram oficialmente a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, na qual constam os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Desde então, atingir os 17 DOS é responsabilidade do trabalho em conjunto de Estados, empresas e sociedade civil. Este enorme compromisso transnacional é composto de um total de 169 metas e devem cumprir 231 indicadores globais, todos eles dedicados a estabelecer um padrão integrado entre as três dimensões do desenvolvimento sustentável: ambiental, social e econômica.

"A nova agenda é uma promessa dos líderes para a sociedade mundial. É uma agenda para acabar com a pobreza em todas as suas formas, uma agenda para o planeta", discursou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, na Cúpula das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável que firmou o compromisso. Ele afirmou ainda que a Agenda 2030 se fundamenta na Declaração Universal dos Direitos Humanos, nos tratados internacionais de direitos humanos, na Declaração do Milênio, nos resultados da Cúpula Mundial de 2005 e da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Natural (Rio+20).

A Agenda 2030, que estabelece os 17 ODS, surgiu como uma espécie de segunda e mais elaborada fase de um compromisso mundial para o desenvolvimento sustentável, cuja gênese foi a Declaração do Milênio, em 2000. À época, foram definidos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), baseados em motivações semelhantes às dos ODS, como erradicação da pobreza, segurança alimentar e agricultura, saúde, educação, energia, água e saneamento.

Para a ONU, embora tenham apresentado dificuldades de aplicação em determinados contextos, os ODM foram exitosos, sobretudo no combate à fome e à pobreza. "Após ganhos profundos e consistentes, agora sabemos que a extrema pobreza pode ser erradicada dentro de uma geração", disse Ban Ki-moon em declaração. A América Latina apresentou alguns dos mais importantes resultados: entre 1990 e 2015, a proporção de pessoas vivendo com menos de US$ 1,25 por dia caiu de 13% para 4% e a subnutrição foi reduzida de 15% para menos de 5% da população.

OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: QUEM IDEALIZOU?
Embora tenha apresentado resultado positivo ao fim de 15 anos, os ODM sofreram críticas por seu caráter unidirecional: os objetivos e metas foram definidos pela ONU sem amplo debate prévio. No caso dos ODS, o processo foi outro, bem mais democrático.

Estabelecer novas metas pós-2015 foi um dos resultados da Rio+20, realizada em 2012. O evento fundou o primeiro grupo de trabalho aberto para o projeto de agenda. Este grupo contou com representantes de 70 países, que cruzaram informações e experiências regionais e identitárias. Em paralelo a isso, a ONU realizou uma série de "conversas globais", que incluíram 11 consultas temáticas e 83 consultas e inquéritos porta a porta, além de abrir a pesquisa online Meu Mundo a comentários e recomendações públicas.

O relatório com as 17 sugestões chegou à assembleia geral da ONU em setembro de 2014, onde passaram a ocorrer negociações dos Estados-membros para a redação final.

QUAL PAPEL DAS EMPRESAS E DA SOCIEDADE CIVIL NOS ODS?
Também diferentemente dos ODM, a política global para a realização e efetivação dos ODS envolve de forma bem efetiva não só os governos, mas as empresas e a sociedade civil como um todo. "As empresas são parceiras vitais no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Elas podem contribuir por meio das suas atividades principais, e solicitamos que as empresas de todos os lugares avaliem o seu impacto, estabeleçam metas ambiciosas e comuniquem seus resultados de forma transparente", anunciou Ban Ki-moon.

Um relatório produzido pelo Comitê Brasileiro do Pacto Global informa que entre as 800 empresas signatárias da Rede Brasil do Pacto Global, 41% delas já desenvolvem iniciativas para alcançarem suas metas e que 35% já estão em fase de planejamento para adequar suas operações. "Empresas alinhadas aos ODS têm mais vantagens competitivas, estão mais preparadas para atender às necessidades de seus clientes, relacionam-se melhor com a sociedade, com governos e políticas públicas", afirma Carlo Pereira, secretário executivo do Pacto Global. "O Pacto Global auxilia empresas a compreenderem e firmarem compromisso com a Agenda 2030. Estas, por sua vez, devem promover o engajamento de seus funcionários para que sejam embaixadores dos ODS e, desta forma, não deixemos ninguém para trás", conclui.

"O setor empresarial está aumentando consideravelmente seu engajamento aos ODS, pois já percebeu que essa mudança na mentalidade da empresa é inexorável. Há indicativos claros que nos mostram essa evolução", analisa Marina Grossi, presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS). "No próprio em que os ODM são apresentados, o setor empresarial foi citado apenas duas vezes, enquanto no documento que apresentou os ODM, foram mais de 40 citações. Parece um detalhe, mas demonstra a importância desses parâmetros estarem no centro da decisão dos negócios", resume.

"Os ODS são ambiciosos e têm uma mensagem clara para o setor privado, que é a agenda de sustentabilidade global. As empresas querem fazer mais e os ODS ajudam as empresas a estabelecerem metas ligadas a algo maior, e alinhá-las globalmente. É um processo mais eficiente para todos", explica Ana Carolina Szklo, diretora de Desenvolvimento Institucional do CEBDS. Ela cita como exemplo um estudo que mostra que, globalmente, a união das tecnologias do setor privado de diversas áreas, como a agricultura, a indústria e a energia pode significar o cumprimento de 75% da meta estabelecida pelo Acordo de Paris.

Leia mais em: http://bluevisionbraskem.com/inteligencia/o-que-sao-os-ods-metas-globais-que-podem-mudar-o-mundo-ate-2030

Website: http://bluevisionbraskem.com/inteligencia/o-que-sao-os-ods-metas-globais-que-podem-mudar-o-mundo-ate-2030

 

Contato