Em negocios / noticias-corporativas

Startup ajuda varejistas no desenvolvimento de soluções inteligentes para fidelização de cliente

Com auxílio de tecnologia do Facebook, startup relaciona dados como a mente humana e é capaz de gerar insights surpreendentes.

Em um mundo com clientes cada vez mais exigentes, soluções para mitigar riscos, criar engajamento e aumentar a retenção dos consumidores brilham os olhos dos empresários. De acordo com um estudo da Segment, 49% dos consumidores compraram produtos que não pretendiam comprar, por conta de uma recomendação customizada da empresa, e 40% dos entrevistados afirmam ter comprado algo mais caro que o planejado por conta de um atendimento personalizado.

Foi pensando em ajudar empresas a crescer e conhecer o gosto do freguês que uma Startup foi atrás de uma solução inovadora: o banco de dados grafos que armazena, mapeia e consulta relacionamentos em curtíssimo espaço de tempo e gera respostas que demorariam semanas ou meses para concluir por uma equipe de pessoas.

A tecnologia já tem lugar cativo no coração das maiores empresas do mundo, entre elas WalMart e banco Itaú - pioneiro do uso de dados grafos no Brasil que, em meados de 2011, costumava enviar mais de 1 milhão de malas diretas para os correntistas, onde 2% deles respondiam às promoções. Depois de optar por armazenar as informações em grafos e enviar apenas a quem realmente se importava, a conta do correio do banco reduziu a um quinto.

Mas o que é um banco de dados grafos?

De maneira rápida, banco de dados grafo mostra como as pessoas ou coisas estão relacionadas, por meio de nós e arestas, ao invés de juntar dados em tabelas e arquivos, como vemos na figura acima. Esse banco de dados detém informações muito especiais e é criado para entender essas ligações e mostrar o maior número possível de relacionamento entre os nós, a partir de arestas ou conexões predefinidas.

No modelo de grafos não importa somente o nó, mas o relacionamento entre eles pelas arestas. No Facebook, por exemplo, o relacionamento primordial é a própria amizade estabelecida e, claro, as curtidas, compartilhamentos, fuçadas nas páginas alheias e por aí vai. Dessa forma, a rede social consegue vender anúncios assertivos àqueles que decidem publicar seu produto ou serviço por meio de sua página online.

Por que é bom para uma empresa?

Para um negócio, essa solução pode mostrar ao empresário como seus clientes se relacionam com a marca e com os produtos. Como um aplicativo de supermercado, que oferece aquele produto que uma pessoa sempre compra para um churrasco. Por trás do app tem um armazém que se alimenta de cada dado gerado em suas compras e é capaz de entender que ela adora farofa apimentada para acompanhar a carne ao invés de mandioca.

“Baseado em uma série de infinitas arestas de relacionamentos em uma rede neural que a inteligência artificial pode criar, o app oferecerá o produto em promoção e ainda sugerir outros que complementares a compra”, elucida Leandro Zanardi, CTO da OPA TECH.

Para Seth Godin, empresário americano, as companhias devem parar de meramente coletar dados e começar a conectá-los. As empresas precisam de uma tecnologia que armazene a informação dos relacionamentos de forma excelente. Grafos são o futuro, porque não só guardam dados de relacionamentos, como também são flexíveis em alterar as predefinições ou adaptar ao modelo de negócios a ser implementado.

O armazém de dados cria recomendações de produtos em tempo real, como quando um indivíduo navega por um e-commerce e site entende o que ele procura e indica produtos que são similares ao seu histórico de busca. Também, cria experiências altamente personalizadas, como aplicativos de supermercados que criam descontos para produtos que o consumidor adora comprar todo mês. E, ainda, ajuda o varejista a economizar na compra de insumos ao entender como seus clientes compram determinado produto.

 

Contato

E-mail: comercial@opatech.com.br

Tel.:  +55 (11) 2844-8210 / +55 (11) 2844-8073?

 

Website: http://www.opa4.com

 

Contato