Em negocios / noticias-corporativas

Aeroporto Salgado Filho já está sob nova administração da companhia alemã Fraport, reporta Felipe Montoro Jens

O contrato de concessão com o governo federal foi assinado em julho do ano passado

Desde o dia 2 de janeiro, o Aeroporto Internacional Salgado Filho - que fica na capital gaúcha, Porto Alegre - está sob nova administração da companhia alemã Fraport. A transição das operações aconteceu em função do processo de concessões do governo federal. O leilão do Aeroporto foi realizado em março de 2017, quando a Fraport desembolsou cerca de R$ 382 milhões para arrematar a concessão, informa o especialista em Projetos de Infraestrutura, Felipe Montoro Jens.

Conforme estabelecido no contrato de concessão, assinado com o governo federal em julho do ano passado, o Aeroporto Internacional Salgado Filho será administrado em parceria com a empresa pública federal, Infraero, até o fim do primeiro semestre de 2018. Felipe Montoro Jens destaca que a concessão do Aeroporto é válida por 25 anos, podendo ser prorrogada por mais 05 anos.

A expectativa, segundo as projeções de investimento apresentadas pela Fraport no último mês de outubro, é de que sejam feitos uma série de investimentos no terminal gaúcho, entre 2018 e 2021, no valor de cerca de R$ 600 milhões, e que devem ser integralmente desembolsados pela companhia alemã nos dois primeiros anos. De acordo com o que informou a diretora-executiva da Fraport no Brasil, Andreea Pal, o montante será direcionado a diversas melhorias como, por exemplo, a ampliação das pistas.

Conforme o programa de investimentos obrigatórios, está prevista a extensão da pista de pelo menos 920 metros, atingindo assim uma extensão total de 3,2 quilômetros. Esse, segundo Felipe Montoro Jens, é um dos principais desafios para a empresa alemã no curto prazo, uma vez que o prazo para a conclusão das obras é de 52 meses e envolve, inclusive, a remoção de famílias que vivem na Vila Nazaré, sendo esta tarefa de responsabilidade do Departamento Municipal de Habitação (Demhab) da capital do Rio Grande do Sul.

O especialista em Projetos de Infraestrutura, reporta, contudo, que também estão no programa de investimentos obrigatórios a expansão do terminal para 36 mil metros quadrados, a implementação de novos sistemas automáticos de gerenciamento de bagagens e de controle de segurança, e investimentos em 14 pontes de embarque de aeronaves e respectivos pátios.

Além disso, estão programados avanços como a sinalização de terminais e o aumento da iluminação externa. Felipe Montoro Jens acrescenta, ainda, que a Fraport também pretende promover melhorias no sistema de drenagem da pista, no sinal de wi-fi, bem como, fazer mudanças nos banheiros. Por fim, pretende-se também que o estacionamento chegue a 1,7 mil vagas.

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil informou que, conforme estudos preliminares, o investimento ao longo da concessão do Aeroporto Internacional poderá chegar ao total de R$ 1,9 bilhão. No entanto, o órgão acentuou que não há obrigatoriedade em atingir esse valor, sendo necessário, entretanto, que sejam cumpridas todas as obras necessárias para o terminal de Porto Alegre, salienta o especialista Felipe Montoro Jens.

A empresa alemã Fraport administra, no mundo inteiro, um total de 30 aeroportos. Em território brasileiro, além da capital gaúcha, a companhia também venceu a concessão na capital do estado do Ceará, Fortaleza.

Website: http://www.felipemontorojens.com.br

 

Contato