Em negocios / noticias-corporativas

Bitcoin: por que comprar? Por que não comprar?

Muitas pessoas se empolgam e investem em Bitcoin sem ter ideia do que estão fazendo.<br/>Outras se deixam impressionar por histórias de golpes e ficam longe do Bitcoin.<br/>Neste conteúdo apresentamos os pontos que mais ATRAEM ou IMPEDEM as pessoas de investir.<br/>Descubra em que situação você se encontra, e o que fazer a respeito.

Segundo estudo da professora Susan Athey da Universidade de Stanford, o Bitcoin alcançou relevância a partir de 2013 em razão da movimentação de valores monetários significativos. Ainda assim, o estudo considera difícil definir com precisão o Bitcoin: protocolo, moeda, sistema de pagamento e plataforma tecnológica são algumas das possibilidades.

Neste conteúdo, estão relacionados os 3 principais atrativos e impeditivos do bitcoin para investidores iniciantes.

"??Os 3 ?Atrativos Principais Para Começar a Investir em Bitcoins"

?ATRATIVO #1. TECNOLOGIA

Serge, fundador da Escola Bitcoins, ouviu falar sobre Bitcoin logo nos primeiros anos, em 2009/2010. "Não dei a mínima atenção ao assunto até o primeiro trimestre de 2017, quando finalmente resolvi 'saber qual é'", disse ele, que começou seus estudos pela ótica da tecnologia. Deparou-se com conceitos como Peer-to-peer, Mineração, Prova de Trabalho, Criptografia, Hash Power, Blockchain. "Nossa! Complicado isso...", pensou.

O Bitcoin envolve muitos termos técnicos, cujo principal objetivo é permitir que se estabeleça uma rede de milhares de computadores espalhados pelo mundo, contendo a cópia completa (e inalterável) de todas transações executadas.

ATRATIVO #2. ECONOMIA

O Bitcoin se propõe a ser uma moeda digital, uma forma de transmitir dinheiro entre pessoas através da internet. Especula-se uma possível ruptura no sistema ?financeiro tradicional, porque no Bitcoin não há intermediários. A tecnologia do Bitcoin viabiliza a chamada "Confiança Distribuída".

Há diversos aspectos econômicos a analisar:

- possibilidade de valorização ou desvalorização;
- uso de bitcoin para fazer pagamentos como comprar um cafezinho (ou um apartamento!);

dentre muitos outros.

ATRATIVO #3. FILOSOFIA

Há uma "filosofia libertária" embutida no Bitcoin. Nenhum país, empresa, órgão fiscalizador, banco... ninguém controla o bitcoin.

O Poder está na mão as pessoas que mantém o código do Bitcoin e colocam as suas máquinas a serviço da rede.

Essa filosofia vem causando preocupações a governos e bancos, e resultando em regulamentações e mesmo tentativas de banir o uso da criptomoeda.

JUNTANDO TUDO

A combinação de Tecnologia, Filosofia e Economia vem despertando maior interesse no mercado.

Até pouco tempo, o bitcoin era restrito a nerds, economistas e entusiastas. Recentemente o interesse das pessoas aumentou, revelando possibilidades de lucros expressivos.

Alguém que tivesse comprado 1 bitcoin em março de 2017, teria pago aproximadamente R$3.500. Se tivesse vendido este mesmo bitcoin em meados de dezembro do mesmo ano, teria conseguido quase R$70.000. Ou seja, 20 VEZES o valor investido. Este tipo de resultado é muito incomum em mercados tradicionais, o que desperta interesse (e desconfiança) das pessoas.

"Os 3 ?Impedi?tivos Principais ?Dos ?Potenciais Investi?dores Em Bitcoins".

IMPEDIMENTO #1. EU NÃO ENTENDO

Entender os conceitos tecnológicos, econômicos e filosóficos do bitcoin envolve lidar com toda a (des)informação espalhada na internet, que torna difícil juntar as peças do quebra-cabeça e entender como o Bitcoin funciona. Por não entender direito, muitas pessoas sentenciam: "Eu não entendo esse negócio de bitcoin, eu não vou colocar meu dinheiro nisso".

IMPEDIMENTO #2. EU NÃO CONFIO

O ?impedimento número 2 é muitas vezes derivado do primeiro. É comum ver o bitcoin ser rotulado como "coisa de Hacker", "Bolha", "Pirâmide Financeira", etc. De fato, existem riscos: golpes, mau uso, roubo de senha, erros operacionais, ataques. ?E para todos esses riscos há medidas de segurança que você pode tomar.

Como muitas pessoas não conhecem estas medidas, acabam não investindo. ?Enquanto isso, o tempo (e as oportunidades) vão passando...

IMPEDIMENTO #3. AGORA É TARDE

O Bitcoin levou 7 anos para romper a barreira dos US$1000. Até 2016 muita gente acreditava que esse era o limite. Mas todos viram o que aconteceu em 2017!

?Muitos especulavam "se" ele chegar?ia a US$10.000 no final do ano. Isso ocorreu em novembro. Em ?menos de 1 ano ?o bitcoin chegou a multiplicar ?20 VEZES o seu valor, superando o valor de 20 mil dólares em dezembro de 2017??.

?Embora nas semanas seguintes tenha sofrido correções (que são comuns após altas bruscas)?, ainda é um crescimento significativo. Quando o Serge começou, o bitcoin ainda valia U$ 1000,00.

O Bitcoin tem uma característica muito importante que afeta diretamente o seu valor. Bitcoin é escasso por definição. Daí a comparação comum que se faz ao denominar o bitcoin de "Ouro Digital", pois o ouro também é escasso.

Já está determinado: serão criados um total de 21 milhões de bitcoins no mundo, sendo que 80% desses 21 milhões já estão em circulação. Em média a cada quatro anos, a quantidade de novos bitcoins criados cai pela metade. A tecnologia bitcoin garante que essas regras sejam respeitadas.

?É comum que algo escasso seja bastante valorizado, como visto no caso do ouro. Diferentemente de moedas tradicionais, que os governos "imprimem" sempre que julgam necessário, o Bitcoin tem natureza deflacionária, ou seja, por conta do limite de criação da criptomoeda, não há desvalorização por excesso de dinheiro circulando no mercado.

É difícil estabelecer um limite para o valor máximo que o Bitcoin pode alcançar. Especialistas projetam Bitcoin a US$100 mil, US$500 mil… 1 milhão de dólares nos próximos 5 anos. Difícil precisar.

Porém, imagine "se" isso acontecer... é bom estar preparado, certo? Por isso é importante não ignorar o bitcoin e buscar informações confiáveis a respeito (como esta aula gratuita em https://goo.gl/vB54af).

Website: https://goo.gl/vB54af

 

Contato