Em negocios

Apple anuncia investimento de US$ 390 milhões em empresa que produz Face ID

O investimento faz parte do esforço de investir US$ 1 bilhão na criação de emprego dos EUA  

Apple
(Shutterstock)

SÃO PAULO - A Apple anunciou nesta quarta-feira (13) que investiu US$ 390 milhões na empresa de componentes ópticos de comunicações Finisar. O investimento faz parte do esforço de investir US$ 1 bilhão na criação de empregos dos EUA. 

O dinheiro vai permitir que a Finisar aumente exponencialmente seus gastos de pesquisa e desenvolvimento, além do aumento na produção de lasers de emissão de superfície de cavidade vertical (VCSELs).

Esses lasers são usados na fabricação do Face ID, dos Animojis e na câmera dupla e são responsáveis pela capacidade de detecção da aproximação dos AirPods. Como é usado em muito componentes, o negócio é importante para a companhia.  

A Apple comprará 10 vezes mais VCSELs  do que a quantidade fabricada anteriormente em todo o mundo no quatro trimestre de 2017. Para garantir que não haja escassez de peças para seus produtos, a companhia realmente vai investir pesado nessa área.

Como resultado do compromisso com a Apple, a Finisar transformará sua sede de 700 mil metros quadrados em Sherman, Texas, na “capital VCSEL de alta tecnologia dos EUA”. 

O investimento da Apple criará mais de 500 empregos de alta habilidade nas instalações de Sherman, incluindo engenheiros, técnicos e equipes de manutenção. Todos os VCELs que a Apple comprará serão feitos nesta fábrica no Texas.

 "Sherman é o lugar perfeito para o investimento significativo da Finisar em suas operações e instalações e não podemos agradecer sua confiança. Estamos entusiasmados com o fato de a Finisar e a Apple fazerem parte da comunidade empresarial de Sherman", afirmou o prefeito de Sherman, David Plyler.  

Esse aporte da Apple para a Finisar é o segundo da dona do iPhone. O primeiro investimento foi de US$ 200 milhões para a Corning, empresa por trás do Gorilla Glass, que recebeu US$ 200 milhões. 

Contato