Em negocios

Ano de 2012 criou 662 mil novas empresas e termina com menor índice desde 2000

O ano também foi o primeiro em que todos os estados brasileiros apresentaram redução nas criações de novos estabelecimentos

construçãocivil
(Getty Images)

SÃO PAULO - Ao longo de 2012 foram criados 662,3 mil novos empreendimentos no Brasil, terminando com recorde de 1,7 milhão de novos empreendimentos formais. Apesar dos altos números, o ano teve queda de 12,68% em relação a 2011 e o índice foi o menor na geração de novos empreendimentos desde 2000.

Segundo informações do estudo “Perfil das Empresas e Entidades Brasileiras 2012”, realizado pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), também foi o primeiro ano em que todos os estados brasileiros apresentaram redução na criação de empreendimentos.

Dos 13,4 milhões de empreendimentos formais, sejam empresas, entidades e órgão públicos, 2,6 milhões são de MEI (Microempreendedor Individual), Essa modalidade teve um crescimento de 4,4% quando comparado a 2011 e 19,4% em relação a 2010.

Regiões
De acordo com o estudo, a região Sudeste abrigou 50% dos novos empreendimentos do País, com 329 mil inaugurações no período de 2012. Em seguida aparecem as regiões Sul, com 125 mil, Nordeste, com 111 mil, Centro-Oeste, 64 mil, e Norte, com 32 mil empreendimentos criados.

Por estados, São Paulo e Minas Gerais tiveram a maior quantidade de inaugurações, com respectivamente, 210 mil e 62 mil empresas. Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Bahia, Santa Catarina, Goiás, Distrito Federal e Pernambuco completam os dez estados com mais empreendimentos criados. Acre e Roraima estão nas últimas posições, com apenas 1,4 mil e 948 inaugurações.

Setor
Desde 2010, o setor de Serviços tem o maior número de criação de empreendimentos no País. Em 2012, mais de 330 mil foram inaugurados ou construídos. O Comércio aparece em seguida, com 238 mil. Pela primeira vez do estudo, iniciado em 1970, o setor Agronegócio superou a Indústria na geração de novos negócios e conquistou o 3º lugar, com criação de 36,3 mil empreendimentos.

A Indústria, por sua vez, teve uma redução de 19,2% e registrou 36 mil novos empreendimentos.

 

Contato