Conteúdo Patrocinado
Oferecido por Nexpe

Nexpe nasce com a ambição de desbravar o mercado imobiliário

Plataforma se apoia no uso intensivo de tecnologia e na inovação para identificar demandas e criar novos serviços em tempo recorde

Por  MoneyLab

A Brasil Brokers, tradicional empresa do setor imobiliário com atuação em várias frentes de negócios, agora atende por Nexpe. A mudança de nome vai muito além de um reposicionamento de marketing e representa o início de uma nova fase da empresa marcada pelo uso intensivo de tecnologia e um ambiente pautado pela inovação.

A Nexpe foi pensada e desenvolvida como uma proptech, nome que se dá a startups do mercado imobiliário que utilizam tecnologias como blockchain, inteligência artificial, internet das coisas, softwares de gestão, entre outras, para oferecer serviços e produtos inovadores ao setor.

Para que as novas ideias e o uso intensivo de tecnologia cheguem a todas as empresas do Grupo, a Nexpe agora é a plataforma que abarca outras sete companhias: Abyara, Desenrola, Bamberg, Convivera, CrediMorar, Brasil Brokers, homônima da antiga holding, e a recém-criada Savye.

“Foi um trabalho de transformação da companhia que começou com a criação de uma fintech e de uma empresa para atuar no mercado secundário e de locação, mas com viés tecnológico. Deram certo e culminaram em um projeto maior, da Nexpe, que este ano saiu do papel”, comenta, Carlos Bacetti, diretor de Tecnologia e Inovação no grupo Nexpe.

O executivo se refere à CrediMorar, plataforma do Grupo que oferece crédito imobiliário e outros produtos financeiros, e a Desenrola, que oferta imóveis para compra e aluguel de forma descomplicada pelo site.

A proposta da Nexpe, explica Bacetti, é unificar em uma plataforma o desenvolvimento tecnológico e de inovação para aplicar nas companhias do grupo. “Vamos abastecer este ecossistema, aproveitar informações das companhias, coletar e analisar dados para oferecer melhores serviços e buscar também outras formas de atuar no mercado imobiliário.”

Uma das principais vantagens do modelo de atuação da Nexpe é a rapidez para criar novas frentes de negócios, testar e escalar. A empresa aproveitou os dados que já tinha, desenvolveu tecnologias e terceirizou como um serviço.

“Não tinha sentido perder o que já havia sido investido, mas o que é novo já nasce em outro formato, tudo na nuvem, usando APIs e com um modelo que permite modular os serviços criados pagando apenas pelo que realmente usou”, explica o executivo da Nexpe.

Em paralelo, foram criados squads para cada companhia com entregas quinzenais. “Tem um profissional de produto que conversa semanalmente com o negócio para ver em que direção deve ir, informação que é endereçada para a tecnologia. Tudo isto deu muita velocidade ao negócio.”

O primeiro fruto da Nexpe atende por Savye, criada em apenas dois meses de trabalho e primeira lawtech do segmento no país. A Savye surge da identificação de uma lacuna das empresas do setor que não contam com consultoria para se adequarem às normas Lei de Proteção Geral de Dados (LGPD).

“Assim que identificamos as implicações da nova lei em um mercado tradicional como o imobiliário e a oportunidade para oferecer o serviço não apenas para nossos parceiros, mas também os concorrentes, criamos a companhia em dois meses, tudo muito rápido”, comenta o executivo.

Outras possibilidades de negócios – ou de serviços ligados ao ramo imobiliário – já estão sendo testadas pela Nexpe, que aproveita a sinergia da ampla rede de imobiliárias parceiras do grupo para avaliar novas frentes.

Quando um cliente procura um imóvel para comprar ou alugar, menciona Bacetti, podem ser oferecidos serviços como mudança ou mesmo uma reforma. São possibilidades que já estão em modo de validação, testados em algumas imobiliárias da Nexpe.

O executivo lembra que não basta tecnologia para criar de forma ágil novas possibilidades de atuação no ramo imobiliário, mas que incentivar a mudança de mindset das equipes tem sido importante e já mostra resultado.

A Nexpe criou um programa de inovação interna que estimula todos os colaboradores a participar de forma ativa, sugerindo melhorias ou novos serviços. Já foram colhidas 100 ideias oriundas dos funcionários e 19 estão em teste.

Uma delas, que já está na Desenrola, é uma área para PCDs na plataforma, que facilita a busca por imóveis já adaptados às necessidades.

“É algo simples, mas muito importante porque é serviço a mais oferecido. Ideia que surgiu em casa.” Já foram investidos R$ 70 milhões em novos projetos.

“O Savye foi a primeira iniciativa nascida na Nexpe, mas muitas outras virão. Há muitas oportunidades de negócio no mercado imobiliário que podemos e vamos explorar. O trabalho da tecnologia é dar velocidade para a implantação das ideias que virão.”

Compartilhe