Liminar

Justiça da Bahia manda Petrobras suspender venda da Gaspetro

A transação permitiu à Petrobras atingir a economia de US$ 700 milhões em 2015, meta determinada em seu Plano de Negócios e Gestão 2015-2019

Por  Rodrigo Tolotti

SÃO PAULO – Um juiz federal da Bahia expediu uma liminar na última segunda-feira (25) suspendendo a venda pela Petrobras (PETR3; PETR4) de 49% da Gaspetro, uma de suas subsidiárias, à empresa japonesa Mitsui. As informações são do jornal Folha de S. Paulo, que afirma que esta decisão resulta num revés financeiro para a estal, que perde a chance de embolsar US$ 700 milhões (R$ 1,93 bilhão).

A transação permitiu à Petrobras atingir a economia de US$ 700 milhões em 2015, meta determinada em seu Plano de Negócios e Gestão 2015-2019. O juiz João Paulo Pirôpo de Abreu, da cidade de Paulo Afonso (BA), foi quem tomou a decisão. A liminar (decisão provisória com efeito imediato) foi concedida a uma ação popular apresentada por José Gama Neves, membro da Direção Executiva do DEM na Bahia.

A decisão, segundo o jornal, é baseada em três pontos: a suspeita de que não foram cumpridas todas as exigências do processo de licitação; falta de transparência da negociação, sobretudo em relação ao valor da venda, fechada em R$ 1,93 bilhão; e as implicações no controle da Bahiagás, distribuidora estadual de gás natural, que tem ações em poder da Gaspetro, da Mitsui e do governo do Estado da Bahia.

Compartilhe