Em negocios / inovacao

BC faz parceria com Amazon, IBM e Microsoft em prol das fintechs

Laboratório de inovação visa trabalhar os aspectos contemplados na Agenda BC+

Ilan Goldfajn
(Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

SÃO PAULO - O Banco Central brasileiro anunciou nesta quarta-feira (9) a criação do Laboratório Inovações Financeiras e Tecnológicas (LIFT) em parceria com a Amazon, IBM e Microsoft. Na prática, o laboratório funcionará como um viabilizador de fintechs em prol da Agenda BC+.

A iniciativa da criação do laboratório é da Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac), coordenada pelo Banco Central (BC) e apoiada por empresas de tecnologia e especialistas. Ele funcionará como uma incubadora de projetos, explicou o BC no evento oficial de lançamento. 

“Startups, estudantes universitários, pequenas empresas de tecnologia, ou seja, os inovadores, devem entrar no site e propor um plano de negócio, a partir de uma lista de temas e de tecnologias, previamente definidos pela coordenação do Comitê de Gestão do Lift”, explicou a diretora de Administração do BC, Carolina de Assis Barros. 

De acordo com o presidente do BC, Ilan Goldfajn, a iniciativa visa facilitar a implantação das três frentes da chamada Agenda BC+. Elas são: i) aumentar a cidadania financeira; ii) aprimorar o arcabouço legal que rege a atuação do BC; iii) aumentar a eficiência do sistema financeiro e; iv) reduzir o custo de crédito. 

Em pronunciamento, Ilan definiu o LIFT como um "espaço virtual colaborativo no qual poderão participar fornecedores de tecnologias, agentes da academia e membros da sociedade com vistas à proposição, ao desenvolvimento e à análise de projetos de inovação tecnológica especialmente aplicados à indústria financeira". 

Pesquisadores e desenvolvedores com ideias que possam ser úteis à Agenda BC+ poderão enviar projetos e terão apoio das parceiras da iniciativa privada para desenvolvê-los. O desenvolvimento dos protótipos será acompanhado por servidores do Banco Central. 

“Há um universo enorme a ser explorado e as empresas financeiras apoiadas em soluções tecnológicas, as fintechs, moldarão cada vez mais o modo de concorrência no sistema financeiro”, afirmou Ilan.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

 

Contato