Em negocios / inovacao

Big Data e análise de dados: como são aplicados e porque são o futuro

O programa F5 desta quarta-feira recebe o professor doutor Luiz Paulo Fávero para debater sobre o uso do Big Data  

SÃO PAULO – Mercados e indústrias inteiras foram – e ainda devem ser – revolucionadas pelo uso do Big Data, que consiste nada mais de um grande volume de dados a partir dos quais é possível obter informações únicas e transformadoras. Não somente as empresas foram afetadas por eles: as pessoas também.

Mas, ainda que se fale muito em Big Data, da mesma maneira que se fala sobre Data Science e Business Analytics, que se relacionam, ainda é difícil entender qual o impacto que eles causam e como eles podem ser aplicados na prática.

O convidado do programa F5 desta quarta-feira (2), professor doutor Luiz Paulo Fávero, da FEA-USP, cita que dentro da análise de dados, normalmente usada para a tomada de decisões, o Big Data é definido a partir da ocorrência de 5 fenômenos simultâneos na geração de dados: volume, variedade, variabilidade, velocidade e complexidade. 

A partir da identificação de padrões de dados, o Big Data pode se aplicar à robótica, reconhecimento de voz, machine learning e outros processos, até chegar à Inteligência Artificial. A bioinformática, publicidade online, jogos de videogames e diagnósticos médicos também estão entre as aplicações. Ou seja: ele não se restringe a uma só indústria ou setor.

Em um contexto em que o volume de dados e rastros deixados é gigantesco, o Big Data se torna indispensável para facilitar a tomada de decisão de empresas e também para entender o comportamento das pessoas. Segundo dados do Google, as interações por pessoa conectada tende a aumentar cada vez mais: em 2015, era de 218 por dia; em 2025, a estimativa é de que esse número chegue a 4.800.  

Durante o programa, Fávero também comentou sobre como o Big Data muda o mercado de trabalho, qual é o profissional deste perfil, e quais as tendências que elas devem seguir. Assista à entrevista completa no player acima.

O programa é apresentado pelo professor do InfoMoney Educação, Arthur Vieira de Morais, e pelo especialista em Blockchain, sócio do Finlab e professor de finanças Gustavo Cunha, e é transmitido semanalmente, sempre às quartas-feiras às 15h. 

 

Contato