Em negocios / inovacao

Brasil e Estados Unidos fecham acordo para aumentar segurança de aeroporto

O aeroporto de Congonhas é o segundo mais movimentado do Brasil e recebeu mais de 20,7 milhões de passageiros em 2016

Congonhas - aeroportos
(Infraero)

 SÃO PAULO – O Brasil e os Estados Unidos fecharam acordo para aumentar a segurança do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Mauricio Quintella, assinou na quarta-feira (28) um protocolo de cooperação que prevê a doação de US$ 750,9 mil para a elaboração de um Plano de Avaliação e Melhoria de Segurança do terminal.

 Um dos pontos de estudo da parceria entre o governo brasileiro e a Agência dos Estados Unidos para o Comércio e Desenvolvimento (USTDA) é a adequação progressiva de Congonhas às regras internacionais de segurança.

 O aeroporto de Congonhas é o segundo mais movimentado do Brasil e recebeu mais de 20,7 milhões de passageiros em 2016. Administrado pela Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), o terminal está localizado na maior cidade da América Latina, uma área de grande adensamento populacional que limita as opções de desenvolvimento e adequação às novas regulamentações.

 O plano financiado pela USTDA vai aliar alternativas de ampliação da capacidade de processamento de passageiros, viabilidade econômico-financeira e segurança.

 

Contato