Em negocios / grandes-empresas

Facebook é multado em US$ 5 bilhões. Mas ação sobe

A punição é por conta do uso indevido de dados dos usuários da rede. O valor é recorde, mas representa 30 dias de receita do Facebook

Zuckerberg Facebook
(Robert Galbraith/Reuters)

SÃO PAULO - Na sexta-feira passada (12), o Comissão Federal de Comércio (FTC, sigla em inglês para Federal Trade Commission), órgão responsável pela defesa do consumidor nos Estados Unidos, aprovou um acordo de US$ 5 bi em multas com o Facebook.

Mesmo assim, a ação da empresa chegou a subir 1% logo após a notícia no mesmo dia - o que, considerando seu valor de mercado, é uma alta expressiva. Nesta segunda-feira de manhã, os papeis caem 0,45% na Nasdaq. 

Com esse montante, a penalidade é a maior da historia dos Estados Unidos quando se trata de multas direcionadas a empresas de tecnologia. Até o momento, o Google detinha o maior valor já pago, cerca de U$ 22,5 milhões, em 2012, de acordo com os dados do The Wall Street Journal.

Ainda assim, o montante pouco representa para uma empresa cujo faturamento bruto trimestral gira em torno de US$ 15 bilhões. Em outras palavras: apenas um mês de receita é suficiente para cobrir a multa. 

O acordo encerra o caso de investigação, que já durava mais de um ano, em que o Facebook foi acusado de ter repassado, indevidamente, dados pessoais de seus usuários à Cambridge Analytica, empresa de análise de dados que trabalhou na campanha presidencial de Donald Trump em 2016.

Além da multa, um acordo será redigido e deverá incluir regras e restrições do governo americano sobre como o Facebook trata os dados privados e que a companhia deve sempre garantir a privacidade do usuário.

Esses termos adicionais ainda não foram informados, já que nem o FTC ou o Facebook se pronunciaram oficialmente sobre o caso.

Criticas e ação em alta

Se a aplicação da multa reascende o debate sobre como as redes sociais controlam e alteram o comportamento de seus usuários e dá munição para os críticos, os investidores do Facebook não ficaram tão preocupados assim com o veredito do FTC.

A companhia já havia avisado aos seus investidores que a possível multa giraria em torno de US$ 5 a 7 bilhões, o que animou o mercado quando a decisão oficial saiu - já que ficou na faixa mínima do esperado.

A decisão foi apoiada pelos republicanos e contrariada por democratas, que queriam um valor mais alto. O deputado democrata David Cicilline argumentou que a multa era pequena para os lucros da empresa, considerando os balanços trimestrais. 

"O FTC deu um presente de natal com 5 meses de antecedência para eles [Facebook]. O valor é extremamente inadequado", disse o democrata em entrevista ao WSJ.

Para que a aplicação da multa ocorra, falta agora a aprovação do Departamento de Justiça americano. As revisões pelo Departamento de Justiça fazem parte do procedimento da FTC, mas normalmente não alteram o resultado de uma decisão da comissão.

Seja sócio das melhores empresas da bolsa. Invista. Abra sua conta na XP Investimentos - é grátis.

 

Contato