Em negocios / grandes-empresas

Cade pode multar IBM por aquisição de US$ 34 bilhões da Red Hat

Pelas normas brasileiras, qualquer fusão só pode ser efetivada depois de analisada pelo conselho

Red hat
(Shutterstock)

SÃO PAULO – O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) pode multar a IBM em até R$ 60 milhões depois que a gigante de tecnologia anunciou o fechamento mundial da compra da Red Hat, de software em código aberto, por US$ 34 bilhões. 

Pelas normas brasileiras, qualquer fusão só pode ser efetivada depois de analisada pelo conselho. A IBM não consultou o órgão antitruste antes do anúncio. 

A IBM completou na terça-feira (9) a aquisição da fabricante de software em código aberto Red Hat por US$ 109 por ação, maior operação da sua história. O negócio representa uma grande aposta da empresa na computação em nuvem.

No comunicado em que anunciam a transação, as empresas disseram que a Red Hat será integrada como uma unidade independente no braço de nuvem híbrida (que combina sistemas locais a operações em nuvem) da IBM.

A empresa luta para alcançar seu lugar ao sol nessa frente, liderada por empresas como Amazon Web Services e Azure, da Microsoft. Mas o foco da empresa é mais fechado que o das gigantes.

Em outubro, Ginni Romtty, CEO da IBM, prometeu a acionistas que transformaria a empresa no “fornecedor de computação em nuvem híbrida número 1 do mundo, oferecendo às empresas a única solução de computação em nuvem aberta que desbloqueará todo o valor da nuvem para seus negócios". Em outras palavras, a grande aposta da IBM, agora junto à Red Hat, é o fornecimento dessas soluções no B2B (business to business), não no varejo. 

Invista melhor o seu dinheiro. Abra uma conta gratuita na XP. 

 

Contato