Em negocios / grandes-empresas

Acionistas da Netshoes aprovam compra pelo Magazine Luiza

Proposta do Magazine Luiza foi aprovada em assembleia nesta sexta-feira

magazine luiza
(divulgação)

SÃO PAULO - Os acionistas da varejista de artigos esportivos Netshoes aprovaram em assembleia realizada nesta sexta-feira (14) a venda da companhia para o Magazine Luiza (MGLU3). A aprovação encerra a disputa entre a varejista e a Centauro (CNTO3).

O Magazine Luiza pagará US$ 3,70 por ação, totalizando US$ 115 milhões. Esse valor corresponde à última proposta feita pela varejista, na manhã de quinta-feira (13). A proposta inicial, anunciada no fim de abril, previa um pagamento de US$ 2 por ação, avaliando a Netshoes em cerca de US$ 62 milhões.

A operação será realizada por meio da fusão da Netshoes e de uma subsidiária do Magazine Luiza, constituída nas Ilhas Cayman.

Na noite de quinta-feira (13) a Centauro elevou a proposta pela Netshoes a US$ 4,10 por ação — 9,75% a mais que o valor ofertado pelo Magazine Luiza. 

Próximos passos

Uma fonte próxima à operação disse ao InfoMoney que a injeção de capital de giro de R$ 150 milhões pelo Magazine Luiza entra no caixa da Netshoes até o dia 19 deste mês. A integração completa das operações ocorrerá em período curtíssimo, entre 12 e 15 dias. 

O atual presidente da Netshoes Marcio Kumruian vai continuar na empresa pelo período de 12 meses. Graziela Kumruain, diretora de operações da Netshoes e irmã de Marcio, também continuará na gestão da companhia. 

A entrada do Magazine na venda de roupas e calçados era vista como um passo natural para a empresa. O segmento de moda é tido por especialistas como a arena da próxima grande batalha no e-commerce. O Magazine, que recentemente iniciou até a venda de livros, tem planos declarados de se tornar o maior comércio eletrônico do país.

Seja sócio das melhores empresas da bolsa: abra uma conta gratuita na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações!

 

Contato