Em negocios / grandes-empresas

Salesforce e Google gastam US$ 18 bi em Big Data para alcançar Microsoft

Maior transição na história da Salesforce é seu próximo passo no ramo de análise de dados    

Big Data
(Shutterstock)

SÃO PAULO –  A empresa de software on demand Salesforce anunciou, na última segunda feira (10), a aquisição da Tableau Software, plataforma de tecnologia responsável por analisar grandes volumes de dados e informações.  

O valor chega a US$ 15,3 bilhões, o que configura a maior transação da história da Salesforce. Com o negócio, analistas chegam a afirmar que a empresa já figura entre as grandes no ramo de Business Inteligence e Big Data.  

No mesmo caminho, na semana passada, a Alphabet, holding que controla o Google, anunciou a compra da Looker, também do ramo de análise de dados (analytics company), por US$ 2,6 bilhões. 

Ambas seguem um caminho semelhante ao da gigante Microsoft para aprimorar e utilizar melhor sua massiva rede de dados e informações. De acordo com uma pesquisa 2019 Gartner Magic Quadrant for Analytics and Bussiness Intelligence Platformsda consultoria Gartnerempresa criada por Bill Gates é listada como a líder, pela 11° vez consecutiva, em plataformas desse tipo. 

“Isso tudo é só um reflexo de um mundo onde os dados e informações online, combinados com analises estatísticas estratégicas se tornaram muito importante”, disse Joseph Antelmi, um analista da Gartner ao Business Insider 

Para a Salesforce, que ano passado pagou cerca de US$ 6,5 bilhões pela MuleSoft, adquirir a Tableau é um próximo passo coerente para avançar no universo do Big Data.  

Enquanto a MuleSoft ajuda a Salesforce a extrair cada vez mais dados de diversas fontes diferentes, a Tableau ajudará como tomar melhores decisões de negócio com analisando esses dados.  

“A Tableau ajuda as pessoas a ver e entender os dados, e a Salesforce ajuda seus clientes a se envolverem e entenderem seus próprios consumidores”, afirma Marc Benioff, co-presiedente executivo da Salesforce. 

As ferramentas de Big Data são vistas como uma frente de vital importância na definição de estratégias de marketing. Por meio da análise e interpretação de grandes volumes de dados de enorme variedade, essas ferramentas ajudam empresas a tomarem decisões de negócio mais inteligentes e certeiras. 

Na contramão dos bancos de dados comuns, os bancos usados no Big Data devem ter elasticidade, pois precisam suportar não só um grande volume de dados, mas também o seu crescimento exponencial e contínuo. 

Invista melhor e garanta seu futuro. Abra uma conta gratuita na XP.

 

Contato