Em negocios / grandes-empresas

Questionado sobre conflito de interesse, Figueiredo abre mão de conselho da Caixa

Segundo o ex-diretor do Banco Central, comitê de elegibilidade da CEF entendeu que aceitar o cargo e seguir na gestora poderia representar conflito de interesse

Luiz Fernando Figueiredo
(Divulgação)

SÃO PAULO – O ex-diretor do Banco Central e fundador da gestora de recursos Mauá Capital, Luiz Fernando Figueiredo, informou hoje ter desistido de presidir o conselho da Caixa Econômica Federal.

Por meio de comunicado divulgado em seu LinkedIn, o CEO da Mauá disse que, após longo processo dentro de órgãos do governo, chegou a ser aprovado duas vezes para assumir a presidência do conselho de administração da Caixa. Ele ressaltou, contudo, que a decisão final estaria condicionada a uma saída de sua gestora.

“O Comitê de Elegibilidade da CEF, formado por servidores da Caixa, entendeu que assumir a presidência do conselho enquanto eu permanecesse sócio da Mauá Capital poderia representar conflito de interesse e que, para assumir o cargo, eu teria que me desligar da Mauá”, afirmou Figueiredo, na nota.

Inicialmente, o executivo havia sido convidado pela equipe econômica do governo para assumir a presidência do conselho de administração do Banco do Brasil. Durante uma palestra online exclusiva para alunos do MBA em Investimentos e Private Banking, feito pelo InfoMoney em parceria com o Ibmec, Figueiredo disse que seu mandato seria ajudar, com sua experiência, a “tornar o banco melhor e mais eficiente”.

Quer investir nos melhores fundos do mercado? Abra uma conta gratuita na XP

 

Contato