Em negocios / grandes-empresas

Mourão descarta vetar Huawei no Brasil enquanto guerra tech esquenta mundialmente

Vice-presidente confirma que Donald Trump tocou no assunto com Jair Bolsonaro  

Hamilton Mourão
(Adnilton Farias/VPR)

SÃO PAULO – A tecnologia da gigante chinesa Huawei para desenvolvimento da rede 5G não será banida no Brasil, disse o vice-presidente Hamilton Mourão em entrevista ao Valor. Ele também confirmou que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou a tocar nesse assunto em conversa com Jair Bolsonaro em março.

A decisão dos EUA de banir a empresa de desenvolvimento da rede de internet mais veloz já construída tem como pano de fundo uma declarada preocupação e Trump com a privacidade dos dados dos usuários, que, de acordo com ele, poderiam acabar nas mãos do governo Chinês. O país está impedindo que empresas americanas de tecnologia façam acordos com companhias chinesas em geral.

Mourão disse ao Valor que o governo do Brasil “não tem receio” desse suposto intuito de espionagem de usuários e defendeu a necessidade de desenvolver o país tecnologicamente.

Guerra fria esquenta

Na quarta-feira (5), a tensão criada pela guerra fria tecnológica entre EUA e China esquentou quando a maior rede de telefonia da Rússia, MTS, assinou acordo com a Huawei para construir a mesma rede 5G no país.

Quanto mais países fecham com a China, mais isolado ficam os Estados Unidos no desenvolvimento de uma das tecnologias mais importantes dos últimos tempos.

Outros países, como Austrália e Japão, ficaram ao lado dos EUA nesse imbróglio e baniram equipamentos e serviços da Huawei para suas redes 5G.

Não fique para trás: invista melhor. Abra uma conta gratuita na XP. 

 

Contato