Em negocios / grandes-empresas

CEO do Casino pode buscar novo parceiro em meio a problemas

Jean-Charles Naouri deve estar à procura de um parceiro financeiro ou industrial que possa injetar dinheiro suficiente na problemática rede varejista francesa

Casino
(Shutterstock)

(Bloomberg) -- O presidente do Cassino Guichard-Perrachon, Jean-Charles Naouri, deve estar à procura de um parceiro financeiro ou industrial que possa injetar dinheiro suficiente na problemática rede varejista francesa, segundo um analista. Com os recursos, a empresa pagaria parte da dívida e permitiria que Naouri mantivesse o controle majoritário.

Leia também
Para o acionista do Pão de Açúcar, a Bolsa é um "cassino"

O Casino poderia estar à procura de financiamento de fundos de private equity ou da Amazon.com, escreveu em relatório Clement Genelot, analista da Bryan Garnier & Co., com sede em Paris.

O futuro de Naouri no comando do Casino está em jogo após a maior parte da rede de empresas atoladas em dívida que o executivo controla - incluindo o veículo de investimento Rallye - ter conseguido proteção dos credores na quinta-feira.

"Há um risco real de que os detentores de bônus se tornem acionistas majoritários da Rallye e que Naouri perca o controle", escreveu Genelot, que tem recomendação neutra para as ações da varejista. "No entanto, acreditamos que Naouri já esteja procurando um parceiro financeiro/industrial."

A Amazon ou o Alibaba teriam capacidade financeira para comprar toda a participação da Rallye no Casino, mas o preço da oferta teria que atingir 60 euros por ação para pelo menos compensar a dívida da Rallye e de suas participações, escreveu o analista.

Invista em ações sem pagar corretagem pela Clear. Clique aqui e abra sua conta. 

 

Contato