Em negocios / grandes-empresas

Amazon ganha batalha contra o Brasil e outros países na Justiça

Amazon ganha domínio na internet: ".amazon"

Amazon
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Após sete anos na Justiça, a Amazon ganhou o direito exclusivo de usar o domínio de internet ".amazon". A Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números (Icann) se uniu à Amazon e concedeu os direitos do domínio, apesar de protestos de vários países, incluindo o Brasil. 

A decisão encerra uma batalha judicial contra oito países da América do Sul: Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela. 

Juntos, eles formam a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) e argumentam que a gigante do varejo não deveria ter os direitos de ".amazon", porque a Amazônia é uma região geográfica importante da América Latina. 

A Icann disse na semana passada que "continua esperançosa de que um tempo adicional possa levar a uma solução que seja aceita por ambos os lados em relação aos pedidos. No entanto, a OTCA e a Amazon não conseguiram chegar a um acordo". 

Porta-vozes da ICANN e da Amazon não responderam ao pedido do site Business Insider para comentários. 

Em abril, a Amazon afirmou que não usaria o domínio em um contexto "que tenha um significado primário e reconhecido para a cultura e o patrimônio da região amazônica" e vai permitir aos países da região a utilização de vários nomes de domínio derivados "com fins não comerciais para melhorar a visibilidade" da Amazônia. 

A decisão entrará em vigor dentro de 90 dias e as partes podem enviar seus comentários á Icann. 

Em março o Ministério das Relações Exteriores divulgou uma nota sobre o assunto. "Devido a sua inseparável relação semântica com a selva amazônica, esta área não deveria ser de nenhuma maneira o monopólio de uma empresa". 

Invista seu dinheiro para realizar seus maiores sonhos. Abra uma conta na XP - é de graça. 

 

Contato