Em negocios / grandes-empresas

Amazon vende US$ 59,7 bilhões no trimestre, crescimento de 17%

Fluxo de caixa operacional aumentou 89% nos últimos 12 meses na comparação com o período anterior

Amazon
(Shutterstock)

SÃO PAULO – A Amazon divulgou nesta quinta-feira (25) os resultados financeiros referentes ao primeiro trimestre de 2019. As vendas líquidas bateram US$ 59,7 bilhões, crescimento de 17% na comparação com o mesmo período do ano passado.

O lucro operacional ficou 42% acima do esperado pelo mercado, em US$ 4,42 bilhões. Analistas consultados pela Bloomberg esperavam uma média de US$ 3,1 bilhões para o mesmo indicador. O lucro por ação, que era esperado em US$ 4,67, ficou em US$ 7,09 - mais que o dobro dos US$ 3,27 por ação vistos no ano passado. 

Já o Fluxo de caixa operacional aumentou 89% nos últimos 12 meses na comparação com o período anterior, para US$ 34,4 bilhões. 

O serviço em nuvem da empresa, o Amazon Web Services, apresentou receita líquida de US$ 7,7 bilhões, crescimento de 41% na comparação com o mesmo período de 2018. 

Na divulgação do balanço, a empresa listou alguns destaques do trimestre. Entre eles, os planos para trazer a assistente virtual Alexa para o Brasil ainda em 2019. “Desenvolvedores podem começar a trabalhar usando português brasileiro e fabricantes podem solicitar acesso à versão de desenvolvedor para criar serviços com Alexa embutida”, diz a nota.

Para o segundo trimestre, a empresa espera vendas líquidas entre US$ 59,5 bilhões e US$ 63,5 bilhões, o que corresponderia crescimento entre 13% e 20% com relação ao mesmo período de 2018. O número é mais fraco que a expectativa dos analistas consultados pela Bloomberg (entre US$ 60,88 bilhões e US$ 64,93 bilhões).

A ação da Amazon sobe 1,72% no aftermarket reagindo à divulgação dos resultados na Nasdaq. Segundo o levantamento da Bloomberg, o papel tem 48 recomendações de compra, 1 de manutenção e 1 de venda.

Seja sócio das melhores empresas: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações!

 

Contato