Em negocios / grandes-empresas

Netflix dos milionários: serviço de streaming cobra R$ 12 mil por filme

Para contratar a plataforma é necessário desembolsar US$ 15 mil e, para cada filme assistido, mais US$ 3 mil; a vantagem? Os títulos são disponibilizados assim que lançados

sala de cinema
(Shutterstock)

SÃO PAULO - “Todo produto ou serviço tem que ter uma versão de luxo. E eu pensei: por que não, filmes?”. É o que argumenta Fred Rosen, em uma entrevista recente ao New York Times. O empresário americano lançou no último mês a plataforma de streaming Red Carpet Home Cinema, que cobra o equivalente a R$ 12,8 mil por cada filme assistido.

O serviço foi popularmente apelidado de “Netflix dos milionários”. A taxa inicial para contratar a plataforma é de US$ 15 mil (R$ 59 mil) e, após isso, cada filme pode ter o valor de US$ 1,5 mil a US$ 3 mil, (entre R$ 6 mil e R$ 12 mil). O assinante pode assistir o título até duas vezes em um intervalo de 36 horas.

A plataforma oferece os filmes assim que eles são lançados, o público alvo são pessoas ricas que possuam salas de cinema em suas próprias casas. Por enquanto, o serviço só está disponível nos Estados Unidos - e possui 25 domicílios assinantes.

O catálogo do Red Carpet Home Cinema conta com 40 filmes - bem menos que a Netflix - e contratos com os estúdios Fox, Paramount, Lionsgate, Warner e Annapurna Pictures.

Rosen, dono da plataforma, antigo presidente do site de vendas de ingressos Ticketmaster e ex-colunista do New York Times, admite que o serviço serve para um “nicho” de pessoas, mas acredita que ainda poderão ganhar mais estúdios parceiros.

Segundo ele, o número de assinantes não é tão importante, tanto que, para contratar o serviço, é necessário ter um cartão de crédito com limite de pelo menos US$ 50 mil (quase R$ 200 mil). Com cerca de 4 mil clientes, a plataforma já terá receita em torno de US$ 300 milhões anuais.

Invista seu dinheiro para realizar seus sonhos: abra uma conta gratuita na XP!

 

Contato