Em negocios / grandes-empresas

Quem só troca minutos por dinheiro não será feliz nem rico, diz dono da Cacau Show

Alexandre Tadeu da Costa criou a Cacau Show quando tinha apenas 17 anos e hoje a empresa fatura bilhões de reais por ano; ele participou do Desafio Do Mil ao Milhão desta sexta-feira

Alexandre Tadeu Costa Cacau show
(Instagram)

SÃO PAULO – Trabalhar sem um grande objetivo, apenas cumprindo horário e sem estar feliz com que faz não transforma a vida de ninguém, disse Alexandre Tadeu da Costa, fundador e CEO da Cacau Show, durante a live do Desafio Do Mil ao Milhão desta sexta-feira (5).

“A conta não fecha se você só troca minutos por dinheiro. Não adianta chegar no trabalho de manhã e largar a caneta às 17h. Você precisa ser feliz naquilo que está fazendo”, disse Costa a Thiago Nigro, criador do canal O Primo Rico, um dos maiores do Youtube.

O empresário comentou o fato de que a grande maioria dos pedidos de franquia que a Cacau Show recebe não é aprovado. “Muita gente nos procura para abrir franquia. Mas queremos encontrar pessoas que sejam feliz naquilo que fazem. A pessoa não pode estar ali para ganhar um dinheirinho para ‘o arroz com feijão e a cervejinha no final do dia’. Ela tem que viver para aquilo. Só assim será feliz e terá sucesso”, disse.

Costa criou a Cacau Show quando tinha apenas 17 anos, dando sequência a empreitada da sua mãe em um pequeno negócio de chocolates. Na live, ele contou como foram os primeiros anos. Logo na primeira Páscoa, ele levou um susto: um erro fez com não tivesse quem fornecesse 2 mil ovos que já estavam encomendados. E faltava só uma semana para o domingo de Páscoa.

“Conheci uma senhora que fazia chocolates na própria casa. Peguei um empréstimo de US$ 500 com meu tio, comprei todo o material e combinei com ela de fazer no final de semana. Conseguimos entregar os 2 mil ovos a tempo. No final, paguei todo mundo, inclusive meu tio, e ainda sobrou US$ 500.”, lembra.

A partir daí, com esses US$ 500 no bolso, ele deu início ao negócio que hoje fatura alguns bilhões de reais por ano. Atualmente, a Cacau Show tem 2.350 lojas no Brasil, e mais de 12 mil colaboradores – contando todas as franquias. Só no escritório e na fábrica, são mais de 2 mil pessoas trabalhando.

“Fui fazendo o dinheiro girar. Comecei atendendo clientes de padarias, depois pequenos atacados, e então supermercados. Essa foi a nossa história”, disse Costa durante a live.

Desafio Do Mil ao Milhão

No “Desafio Do Mil ao Milhão, Nigro faz desde o dia 19 de março uma live diária no Instagram, durante 21 dias consecutivos, com começo sempre às 5h06.

Todos os dias, dezenas de milhares de seguidores têm acompanhado a transmissão e aprendido lições valiosas sobre dinheiro, mindset, investimentos, princípios e tudo o que precisam para ter sucesso.

A participação é gratuita, mas quem quiser assistir e ser recompensado com insights e muita informação precisa fazer o esforço de acordar cedo, já que os encontros nunca ficam gravados.

Milionário aos 27 anos

Thiago Nigro atingiu a independência financeira aos 27 anos, depois de trabalhar por quase 8 anos no mercado de assessoria de investimentos.

Hoje ele se dedica a ensinar os brasileiros a investirem melhor seu dinheiro por meio do canal O Primo Rico, que conta com mais de 2 milhões de assinantes no YouTube, e também por outras redes sociais.

 

Contato