Em negocios / grandes-empresas

FBI investiga  Boieng pelo sistema de segurança do 737 Max, diz jornal

Quedas de dois aviões do mesmo modelo mataram 346 pessoas; ações da Boeing caem com a notícia  

Boeing 737 Max 8
(Shutterstock)

SÃO PAULO – O Federal Bureau of Investigation (FBI) está supervisionando as investigações sobre o sistema de segurança utilizado nos aviões 737 Max, da Boeing. As ações da empresa caíam 0,67% no aftermarket com a divulgação da notícia pelo Seattle Times.

O jornal cita pessoas familiares com o assunto ao dizer que o órgão se uniu ao Departamento de Transportes dos Estados Unidos em uma investigação sobre o processo de aprovação do sistema de segurança do modelo que protagonizou dois acidentes nos últimos 5 meses, matando 346 pessoas.

De acordo com as fontes, o papel do FBI no caso é supervisionar as investigações. O mesmo jornal revelou no último final de semana que a aprovação do modelo de aeronave pela Federal Aviation Administration (FAA) teria sido realizada às pressas, apesar da natureza de novidade da tecnologia envolvida no sistema de bordo.

Na última terça-feira (19), o Departamento de Transportes solicitou formalmente à agência que auditasse esse processo de aprovação. Normalmente, o FBI não realiza investigações criminais sobre a fabricação e a aprovação de aeronaves. 

Detalhes revelados aos poucos vêm mostrando que os acidentes, um em outubro de 2018 e o outro em março deste ano, provavelmente têm relação com o mesmo problema. O piloto automático das aeronaves forçou os voos bruscamente para uma posição de mergulho, resultando nas quedas.

Ao longo das últimas semanas, foi revelado que ao menos 5 reclamações formais sobre o sistema de bordo mencionavam este mesmo problema. Elas foram feitas antes do acidente mais recente.

Nesta semana, a Reuters ouviu fontes que escutaram uma gravação feita na cabine de voo do primeiro avião que caiu. Ela mostrou que os pilotos notaram a falha do sistema e tentaram encontrar uma solução no manual de segurança de bordo, mas não conseguiram encontrar as instruções a tempo de evitar a queda.

Proteja seu patrimônio: invista. Abra uma conta gratuita na XP. 

 

Contato