Em negocios / grandes-empresas

Boeing 737 Max: 19 governos e aéreas "groundearam" aviões; saiba quem ainda está voando com o modelo

Existem aproximadamente 350 aeronaves do modelo em operação por 54 companhias aéreas

Boeing 737 Max 8
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Depois do segundo acidente em menos de 6 meses envolvendo o avião Boeing 737 Max 8, governos e companhias aéreas no mundo inteiro estão impedindo voos utilizando esse modelo de aeronave. Mas ainda há voos marcados.

Ambas as quedas estão em investigação e não há comprovação de uma relação entre elas. Ainda assim, a própria Boeing já se comprometeu a atualizar o software dessa aeronave depois de pelo menos 5 reclamações formais sobre problemas no piloto automático.

De acordo com a Federal Aviation Administration, a entidade de aviação dos Estados Unidos, há aproximadamente 350 aeronaves do modelo em operação por 54 companhias aéreas. A lista completa das empresas que têm o avião em suas frotas pode ser conferida nesta página.

Quem impediu a decolagem dos aviões

Até o momento, há 19 definições, de empresas e governos, impedindo a decolagem de qualquer voo que utilize o 737 Max 8 até segunda ordem. Confira a lista de empresas:

Ethiopian Airlines

Aeroméxico

Aerolíneas Argentinas

Cayman Airways

Comar Airways

Gol Linhas Aéreas (única brasileira que tem aviões do modelo na frota)

Eastar Jet

TUI

Icelandair

Fly Dubai

Fiji Airways

S7 Airlines

Sunwing Airlines

Confira a lista de governos:

China

Indonésia

Malásia

Hong Kong

Estados Unidos

Invista com segurança. Abra uma conta gratuita na XP. 

 

Contato