Em negocios / grandes-empresas

Ford vai fechar fábrica em São Bernardo do Campo ainda este ano

Linhas de produção do Ford Fiesta e de caminhões serão encerradas

Ford
(Shutterstock)

SÃO PAULO - A Ford anunciou nesta terça-feira (19) que fechará sua fábrica em São Bernardo do Campo ainda neste ano. Hoje, a unidade produz o Ford Fiesta e caminhões. A empresa mantém a fábrica de veículos em Camaçari, na Bahia.

De acordo com a montadora, a decisão de deixar o mercado de caminhões foi tomada após vários meses de busca por alternativas, que incluíram a possibilidade de parcerias e venda da operação. O fim da operação representa "um importante marco para o retorno à lucratividade sustentável de suas operações na América do Sul", diz o comunicado.

"A manutenção do negócio teria exigido um volume expressivo de investimentos para atender às necessidades do mercado e aos crescentes custos com itens regulatórios sem, no entanto, apresentar um caminho viável para um negócio lucrativo e sustentável", afirma a nota.

O fechamento da fábrica na região do ABC cria ambiente negativo para os rumos da montadora no país. A empresa tinha anunciado a possibilidade de vender suas operações na América do Sul para rivais, de acordo com fontes da Bloomberg. Fiat Chrysler e Volkswagen já teriam sido contatadas a respeito do negócio, além de outros competidores, em busca de interessados.

A fabricante não apresenta lucro na região desde 2012. A perda no mercado local foi de US$ 4,2 bilhões nesse período. No ano passado, somou US$ 5,8 bilhões em vendas. 

Leia também:
- Fim da fábrica da Ford no ABC representa 2,8 mil demissões

A venda não é a única alternativa cogitada pelo CEO da Ford, Jim Hackett, de acordo com as fontes do site. Colocar as operações à venda seria uma solução coincidente com uma restruturação anunciada pela companhia para os próximos 5 anos, com custo de US$ 11 bilhões.

Isto porque a Ford vem investindo pesado em carros elétricos e autônomos - e não teria mais capacidade para manter as fábricas na América do Sul sem esperar retornos positivos. 

Segundo a montadora, o fim da fábrica de São Bernardo se junta a outras iniciativas recentes que fazem parte dessa reestruturação em andamento na região, como redução em mais de 20% dos custos referentes ao quadro de funcionários e à estrutura administrativa em toda a região.

A Ford afirma que dará apoio aos consumidores em relação a garantias, peças e assistência técnica.

Acordo com Volkswagen 

A fabricante também anunciou em janeiro uma parceria global com a concorrente Volkswagen com objetivo de aumentar escala de produção de veículos. A parceria, que não inclui troca de ações das companhias, prevê a fabricação conjunta de veículos, e estuda inclusive modelos elétricos e autônomos. 

Na opinião de Jim Hackett, CEO da Ford, a parceria vai "não só trazer eficiências importantes e ajudar ambas as empresas a melhorar seu desempenho, mas também nos dará a oportunidade de ajudar a formar a próxima era da mobilidade”.

O primeiro lançamento conjunto nesta aliança será uma picape, prevista para 2022. Posteriormente, as empresas falam no lançamento de vans comerciais para o mercado europeu. 

Invista para comprar um carro sem financiamento: abra uma conta na XP - é de graça!

 

Contato