Em negocios / grandes-empresas

Santander recua na contratação de CEO: caro demais

Banco havia anunciado nome de Andrea Orcel em setembro  

Santander
(Della Rocca/Divulgação)

SÃO PAULO – O banco Santander anunciou nesta terça-feira (15) a revogação da contratação do italiano Andrea Orcel como seu CEO global. A justificativa foi financeira, de acordo com comunicado da empresa.

Ex-UBS, Orcel foi apontado para ocupar o cargo executivo no banco espanhol em setembro. Alguns cálculos, entretanto, parecem ter ficado pelo caminho. O atual CEO Jose Antonio Alvarez permanecerá no cargo.

“O custo de compensação para os prêmios recebidos por Orcel nos últimos sete anos, e outros benefícios antes concedidos, está significativamente acima das expectativas do conselho no momento da indicação”, disse o banco em nota oficial. O Santander é o maior banco da Europa em valor de mercado.

O banco explica, ainda, que o conselho estava de acordo com a remuneração fixa de Orcel, mas os incentivos extra-folha, não. Dados públicos mostram que o executivo possui US$ 40 milhões em ações do UBS.

Aumente seu patrimônio investindo. Abra uma conta gratuita na XP. 

 

Contato