Em negocios / grandes-empresas

Justiça americana aprova compra da Fox pela Disney com condições

São englobados no acordo canais como FX Networks e National Geographic, franquias como X-Men, Avatar, Simpsons e programas de TV como Masterchef e Big Brother

estátua Walt Disney
(Mike Blake/Reuters)

SÃO PAULO - A Disney ganhou a luz verde para seguir com a expansão de seu domínio sobre o mundo do entretenimento, nesta quarta-feira (27), com a aprovação de sua compra da 21st Century Fox pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos. O negócio estava sob análise desde dezembro.

São englobados no acordo canais como FX Networks e National Geographic, franquias como X-Men, Avatar, Simpsons e programas de TV como Masterchef e Big Brother. A participação da Fox na plataforma Hulu também entra no pacote. 

Só o setor esportivo da companhia ficou fora dos limites da transação, tendo o Departamento determinado que a Disney deve vender as emissoras esportivas da Fox, devido ao risco de formar um monopólio no segmento, uma vez que a ESPN já pertence ao conglomerado.

A compra, valorizada em um total de US$ 71,3 bilhões, segue uma disputa com a Comcast, que na semana passada fez uma oferta de US$ 65 bilhões pelos ativos da Fox, frustrando a primeira proposta da Disney, de US$ 28 por ação, e a levando a elevar o preço a US$ 38. A empresa também assumirá a dívida de US$ 13,7 bilhões da Fox.

 

Contato