Em negocios / grandes-empresas

Homem ganha R$ 4,8 milhões enganando o Walmart e é preso

Fraudes com retornos estão ficando comuns nos Estados Unidos, e este cliente levou a falcatrua ao extremo

Walmart
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Um homem de 27 anos foi preso no Arizona acusado de desenvolver um esquema de fraudes que custou US$ 1,3 milhão (R$ 4,8 milhões aproximadamente) ao Walmart. 

Thomas Frudaker teria sido flagrado por um funcionário do Walmart tentando devolver um computador do qual teria retirado partes. 

Segundo as autoridades, o mesmo suspeito realizou retornos fraudulentos semelhantes em mais de mil lojas da rede nos últimos 18 meses. A companhia estava investigando o responsável. 

Frudaker foi acusado de esquemas fraudulentos, roubos e danos criminais, de acordo com o KSWT. 

De acordo com dados oficiais dos EUA, retornos fraudulentos custam ao varejo até US$ 17 bilhões (R$ 63 bilhões) por ano. Recentemente, a Amazon ganhou uma ação e baniu de seu site um casal que lucrou US$ 1,2 milhão praticando o mesmo esquema

Quer investir e lucrar de maneira idônea? Abra uma conta na XP.

Contato