Em negocios / grandes-empresas

Brasil e Alemanha são os favoritos a ganhar a Copa, segundo os "nerds" do mercado financeiro

Goldman, UBS, Danske Bank, e Commerzbank fizeram, juntos, inúmeras combinações e chegaram a conclusões semelhantes

Brasil x Alemanha
(Agência Brasil)

SÃO PAULO - Se o hexa brasileiro não vier neste ano, provavelmente a Alemanha levará a taça na Copa do Mundo 2018. Isso de acordo com incontáveis simulações realizadas por diversas instituições financeiras internacionais em relatórios independentes. 

Goldman, UBS, Danske Bank, e Commerzbank foram as primeiras instituições financeiras a divulgarem seus estudos sobre a Copa do Mundo 2018. As pesquisas utilizam inteligência artificial e mineração de dados e têm como base diferentes indicadores econômicos e esportivos. 

O Goldman Sachs é um dos que acredita mais no potencial do Brasil. Foram utilizados 200 mil modelos estatísticos para a execução de um milhão de simulações do torneio mundial, chegando à conclusão de que a chance brasileira nesta Copa é maior que a dos outros competidores. Segundo estes analistas, a França tem uma chance ligeiramente melhor de ganhar o torneio do que a Alemanha, mas esse modelo a coloca contra o Brasil nas semifinais, razão pela qual sua campanha terminaria nessa fase.

De maneira semelhante, o Danske Bank também projetou o Brasil como campeão em 2018. 

No caso do UBS, o Brasil é considerado o time com a segunda maior probabilidade de levar o título. Os fatores analisados são resultados de torneios anteriores, força do time e sucesso na fase classificatória. A Alemanha ficou com 24% de probabilidade de se sair vencedora, segundo esta análise, contra 19,8% do Brasil. 

Já o Commerzbank utilizou rankings, resultados de outras Copas, número de gols nos torneios de outros anos e preferência acional para chegar à mesma conclusão: a Alemanha deve ser a campeã. Foram 10.000 simulações para cada partida da Copa. 

Espanha?

Fora da curva, a consultoria econômica LCA acredita que, além da brasileira, a seleção espanhola tem mais chances de levar o título do que a Alemanha. O modelo de pesquisa utilizado usou uma amostra de cerca de 3.000 jogos entre seleções desde o último mundial, extraída de um universo de aproximadamente 4.500 partidas. Eles utilizaram o "Elo" rating, sistema desenvolvido por um físico de origem húngara para inferir de forma rápida a “habilidade” de jogadores de xadrez - aplicável a qualquer esporte de soma zero.

"As semifinais mais prováveis são Espanha x Alemanha (em 23,5% das simulações) e Brasil x França (em 18,4% das simulações). Brasil x Portugal, Argentina x Alemanha e Espanha x Colômbia também são semifinais que aparecem com mais frequência", diz o relatório. "Se der a lógica, a campanha do Brasil será: México nas oitavas, Bélgica nas quartas, França na semifinal e Espanha na final", conclui.

Invista para poder ir à próxima Copa do Mundo. Abra uma conta na XP.

 

Contato