Em negocios / grandes-empresas

Bilionário George Soros adquire US$ 35 milhões em dívidas da Tesla

Empresa sofre pressão de todos os lados com a inabilidade de entregar o número previsto de carros no modelo Model 3

Geroge Soros, megainvestidor
(Pascal Lauener/Reuters)

SÃO PAULO - Em meio aos problemas causados por "excesso de tecnologia", a Tesla acaba de ganhar um voto de confiança de um dos investidores mais prestigiados do mundo. A Soros Fund Management LLC, criada e gerida pelo bilionário George Soros, acaba de comprar US$ 35 milhões em títulos conversíveis da companhia de carros elétricos de Elon Musk. 

Os títulos conversíveis são papéis que podem ser trocados por ações ordinárias de acordo com regras estipuladas no momento da compra. Na prática, os títulos adquiridos por Soros somam a segurança de papéis de dívidas com a possibilidade de retorno de ações listadas em bolsa de valores. 

Especificamente, os papeis adquiridos por Soros têm vencimento em março de 2019. Neste momento, as ações da Tesla estão em alta de 0,55%. 

O investimento vem em ótima hora. Musk vem sendo pressionado por clientes e acionistas pelo atraso na entrega do sedã Model 3. Ele admitiu no mês passado que a ineficiência das fábricas é, em parte, resultado da tentativa de automação excessiva. 

Não é a primeira vez que Soros vem ao resgate de Musk. Em 2016, sua empresa ajudou a reerguer a SolarCity, empresa de energia solar do bilionário, com um aporte de US$ 305 milhões.

George Soros não participa das suas finanças? Invista. Abra uma conta na XP.

 

Contato