Em negocios / grandes-empresas

Cerveja brasileira se torna a mais premiada da história da "Copa do Mundo das Cervejas"

Cervejaria mineira repete o feito de 2014 e ganha o ouro na competição mundial

Cerveja - Brinde
(Shutterstock.com)

SÃO PAULO - A cervejaria mineira Wäls acaba de vencer pela segunda vez o prêmio máximo da World Beer Cup, tornando-se a única marca a receber duas vezes a honraria. O rótulo vencedor foi a Wäls Brut, na categoria Belgian Ale. 

Considerando as demais categorias, o grupo AB Inbev foi o maior vencedor da edição 2018 da "Copa do Mundo". Foram 13 medalhas no total, tendo como outro destaque Hoegaarden, a witibier mais premiada do mundo, reconhecida no evento com a medalha de bronze no estilo.

Em toda a história da competição, cervejarias brasileiras ganharam 7 medalhas no WBC, sendo 3 ouros, dois deles pertencentes a Wäls.  Em 2014, outros rótulos da mesma cervejaria também foram contemplados. Em 2017, a mesma cerveja foi consagrada com ouro no World Beer Award.

Elaborada com levedura de champagne no estilo Biére Brut, a Wäls Brut tem como diferencial o método champenoise de refermentação na própria garrafa, o mesmo usado na produção dos melhores champagnes do mundo.

Antes da venda, as garrafas são armazenadas durante 12 meses nas caves da cervejaria, em Belo Horizonte. É uma cerveja com notas frutadas, viníficas e de especiarias. 

Gosta de cerveja? Tenha dinheiro para beber sempre as melhores. Abra uma conta na XP.

 

Contato